Mais lidas
Cotidiano

Técnico mata criança de 10 anos e depois se suicida

.

Felipe Romero e o treinador Fernando Sierra (Foto: Reprodução)
Felipe Romero e o treinador Fernando Sierra (Foto: Reprodução)

No último sábado (23), o menino Felipe Romero, de 10 anos, foi encontrado morto a 150 quilômetros de Montevidéu, capital do Uruguai. Segundo a polícia, Fernando Sierra, treinador de futebol, raptou e assassinou a criança, em seguida tirou a própria vida. O corpos foram encontrados dois dias depois, pela polícia, em Villa Serrana.

Segundo a imprensa local, Felipe, tratava Fernando como se fosse um pai, levando-o à escola, aos treinos de futebol e viagens, com o consentimento da mãe. De acordo com o jornal La Vanguardia após uma dessas viagens, a criança começou a ter comportamentos anormais. A psicóloga da escola de Felipe recomendou à mãe que proibisse o contato entre ambos. A mãe afirmou que o treinador disse a ela que se mataria caso não pudesse mais ver o menino.

O garoto estava desaparecido desde a quinta-feira (21), quando foi buscado por Sierra na saída do colégio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber