Mais lidas
Cotidiano

NASA está preocupada com nova fenda em glaciar na Gronelândia

.

Imagens de satélite da ilha de gelo que surgiu em 2010. Na altura, tinha 260 quilómetros quadrados - Foto: NASA
Imagens de satélite da ilha de gelo que surgiu em 2010. Na altura, tinha 260 quilómetros quadrados - Foto: NASA

O glaciar Petermann, na Gronelândia, apresenta uma nova fenda, de acordo com o que mostra a primeira fotografia obtida pela operação de monitoramento da criosfera da NASA, denominada IceBridge.

Não é de hoje que a capa de gelo da Antártida, graças a uma combinação entre processos naturais e mudanças climáticas provocadas pelo homem, está se quebrando, mas isso ocorre quase exclusivamente ao longo das bordas, que estão próximas ao oceano.

No entanto, esta nova fenda está localizada exatamente no meio do glaciar Petermann, na Gronelândia, que já tem apresentado fragmentação significativa desde 2010.

Fotos inéditas
A fenda foi detectada pela primeira vez em imagens de satélite por Stef Lhermitte, professor da Universidade Tecnológica de Delft, na Holanda. Depois a NASA levou o seu observatório espacial até às coordenadas da fenda e tirou fotografias inéditas deste gigantesco abismo.

Assim como muitos outros glaciares à volta do mundo, Petermann é predominantemente uma prateleira de gelo que flutua no mar, logo não contribui diretamente para o aumento do nível dos oceanos através da sua desintegração. 

A sua destruição, no entanto, possibilita que pedaços de água congelada caiam no oceano, o que não é um bom sinal. A NASA percebeu que esta fenda aumenta próximo de uma outra – muito mais larga e longa – que tem tendência para o centro.

Se as duas se encontrarem, há o risco desta prateleira de gelo se quebrar ao longo de mais de metade da sua área total, ficando praticamente dividida ao meio.

Causa ainda é desconhecida
Os cientistas tentam descobrir como é que esta nova fenda se formou. Normalmente, devido à ação da água salgada aquecida, pedaços acabam por soltar-se e afastam-se das bordas de um glaciar. Por isso, ainda não se sabe ao certo como é que o Petermann está se desintegrando a partir do centro.

Maior
O maior fenômeno ligado à fratura de um glaciar foi registrado em agosto de 2010, quando a área total do Petermann foi reduzida em 25%. O pedaço de glaciar resultante foi chamado de “Ilha de Gelo Petermann 2010”, para diferenciá-lo de outra ilha que se formou em 2008. Será que estamos prestes a ver uma Ilha de Gelo Petermann 2017?

As informações são do portal iflscience.com

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber