Mais lidas
Cotidiano

Mulher argentina dá à luz em coma e desperta três meses depois

.

Amelia Bannan trabalhava como policial na localidade de San Pedro, norte da Argentina. Certo dia quando estavam voltando para a delegacia, teve um pressentimento de que sofreria um acidente, mas seus colegas a convenceram a viajar com eles, mas infelizmente no meio do caminho sofreram um acidente e Amelia sofreu uma grave lesão cerebral e ficou inconsciente, mas o bebê que esperava sobreviveu no seu ventre, e os outros quatro ocupantes do veículo saíram ilesos. 

O feto continuou a se desenvolver normalmente enquanto sua mãe permanecia inconsciente, no leito de um hospital. Dois meses depois do acidente Amelia abriu os olhos, moveu as mãos e, embora não fosse capaz de se comunicar, começou a ter contrações. Como não dilatava, passou por uma cesárea de emergência.  

Santino, que nasceu na véspera de natal, pesava 1.890 gramas e permaneceu um mês na UTI neonatal. Mas os sinais vitais de Amelia voltaram a diminuir, e ela recaiu no coma.  Para a alegria de todos Amelia Bannan que hoje completa 34 anos, já saiu do coma e aconteceu de uma maneira muito emocionante. 

Suas irmãs e irmão estavam com ela no quarto como sempre o faziam em falar sobre a vida e perguntar a opinião de Amelia, quando ela respondeu que sim. Todos ficaram atônitos e fizeram mais uma pergunta, que ela também respondeu com um sim. Pediram para ela mostrar a língua e ela o fez. A alegria e a emoção tomaram conta do ambiente. Ela melhora com rapidez, já pode se virar sozinha na cama, move os quatro membros e, se não haver contratempos, deve voltar a andar em alguns meses.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber