Mais lidas
Cotidiano

China executa projeto de estação espacial independente

.

Estação espacial da China vai dar suporte a subsequentes missões tripuladas para a Lua - Foto: NASA
Estação espacial da China vai dar suporte a subsequentes missões tripuladas para a Lua - Foto: NASA

A China está construindo uma nova espaçonave para missões na órbita terrestre e na Lua, conforme divulgaram recentemente órgãos de imprensa estatais do país asiático. A meta final do projeto é chegar à Lua.

A nova espaçonave será recuperável e terá espaço para acomodar vários astronautas, relatou o engenheiro do projeto Zhang Bainian em reportagem publicada pelo diário Science and Technology e reproduzida no portal Sott.net.

O relatório divulgado não especificou mais detalhes, mas o engenheiro chinês comparou a nave com a Orion, que atualmente está sendo desenvolvida em conjunto pela NASA (EUA) e Agência Espacial Europeia (ESA).

A nave espacial tripulada Shenzhou que a China usa no momento é baseada no conceito do russo Soyuz e tem capacidade de transportar até três astronautas. Ela realizou a sua primeira missão em 2003 e, após essa data, a China conseguiu construir uma estação espacial habitável na órbita terrestre.

nova estação, que será maior e habitada permanentemente, à semelhança da Estação Espacial Internacional (EEI), deve entrar em operação dentro de cinco anos, para dar suporte a subsequentes missões tripuladas para a Lua.

Lançamento e teste em abril de 2017
A China planeja lançar e testar a sua primeira cápsula da classe Tianzhou já em abril de 2017. A nave espacial de transporte autônomo deverá ser usada para reabastecimento da futura estação espacial.

A Tianzhou deve ancorar ao Tiangong 2, o laboratório espacial que Pequim lançou em setembro de 2016 como parte de um teste de tecnologia para a construção da estação espacial independente.

As informações são do portal Sott.net

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber