Mais lidas
Cotidiano

Stephen Hawking alerta sobre armas apocalípticas e 'governo mundial'

.

Professor Hawking, de anos 75, diz que os seres humanos devem aprender a controlar o seu instinto de agressão pela razão Foto:JACK HILL/The Times
Professor Hawking, de anos 75, diz que os seres humanos devem aprender a controlar o seu instinto de agressão pela razão Foto:JACK HILL/The Times

O astrofísico britânico Stephen Hawking concedeu uma entrevista ao Times durante a qual falou sobre política e suas preocupações com o futuro da humanidade. Após sugerir que Jeremy Corbyn deixe a liderança do Partido Trabalhista britânico, disse que a humanidade corre riscos com as atuais tecnologias de destruição em massa.

"Desde que a civilização começou, a agressão tem sido útil na medida em que proporciona benefícios de sobrevivência definidos", afirmou o cientista mais renomado do mundo. "Agora, porém, a tecnologia avançou a um ritmo tal que podemos ser destruídos por uma guerra nuclear ou biológica".

Lógica e razão
Hawking frisa que a lógica e razão devem prevalecer para garantir segurança em relação às armas apocalípticas. Além de guerra uma catastrófica, ele também se preocupa com a mudança climática, extinções em massa e inteligência artificial sem controle.

"Precisamos ser mais rápidos para identificar tais ameaças e agir antes de ficarem fora de controle", alertou Hawking.

Tirania
Para os astrofísico, um governo mundial poderia se transformar em tirania. "Tudo isso pode soar um pouco apocalíptico, mas eu ainda sou otimista. Acho que a raça humana se levantará para enfrentar esses desafios", completa o cientista.

As informações são do Times

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber