Mais lidas
Cotidiano

Polícia do Paraná elucida homicídio que vitimou pastor luterano

.

Pastor foi morto a pancadas no dia 15 de fevereiro deste ano, no interior do Bosque do Índio - Fonte: Portal da Cidade
Pastor foi morto a pancadas no dia 15 de fevereiro deste ano, no interior do Bosque do Índio - Fonte: Portal da Cidade

Um rapaz de 18 anos foi preso por investigadores da 7ª Subdivisão Policial (SDP) de Umuarama (noroeste do Paraná), no final de semana, em sua residência na Zona 7. Ele é suspeito de ser autor do homicídio que vitimou o pastor luterano Augusto Rodolfo Riss, 54 anos, que residia em São Paulo. Riss foi morto a pancadas no dia 15 de fevereiro deste ano, no interior do Bosque do Índio, no centro de Umuarama. 

O corpo da vítima foi encontrado dois dias após o assassinato e apresentava sinais de espancamento. De acordo com investigações, o suspeito de 18 anos teve auxílio de um menor de idade para bater no pastor, após um desentendimento. Eles desferiram socos, chutes e pedradas até que a vítima morresse.

Após diversas diligências, a Polícia Civil identificou o suspeito e pediu a prisão preventiva dele, no que foi prontamente atendida pelo Judiciário. Na Delegacia o suspeito confessou o crime.

Relacionamento amoroso
O delegado-chefe da 7ª SDP, Osnildo Carneiro Lemes, revelou que o pastor e o suspeito tinham um relacionamento amoroso há cerca de dois anos. "Sempre que a vítima vinha de São Paulo (SP) para Umuarama visitar os familiares, os dois se encontravam", detalha Lemes. 

Menor vai responder em liberdade
O jovem de 18 anos permanece preso no setor de carceragem da 7ª SDP, onde responderá pelo crime de homicídio qualificado, podendo pegar até 30 anos de reclusão. Já o menor também foi ouvido e responderá o ato infracional em liberdade.

Com informações do portal Bonde

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber