Cotidiano

Atendente do Samu fica revoltado e grava vídeo pedindo fim de trotes

.

Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Paranavaí, no noroeste do Paraná, entre elas uma avançada com UTI, foram deslocadas desnecessariamente após um trote na manhã desta segunda-feira (6). A ligação relatava que uma pessoa teria sofrido um infarto. A situação revoltou as equipes, e um dos atendentes gravou um vídeo falando do transtorno que isso provoca.

Recebemos uma ligação falando de uma possível parada cardíaca no bairro Vila Operária. Segundo o protocolo, temos quatro minutos para chegar ao local e atendermos essa vítima. Por causa da ligação, duas ambulâncias foram deslocadas, uma de UTI e uma de suporte básico para apoio, e foi constatado que foi um trote. Ao retornamos à ligação para o número que telefonou, uma criança atendeu. Quero pedir para o pessoal tomar ciência que isso não é uma brincadeira. Se acontecer alguma coisa grave, um acidente em outro local, não teremos apoio para essa pessoa que precisa porque duas ambulâncias foram deslocadas em função de um trote”, desabafou o funcionário Marcos Amorim. 

O Ministério Público (MP) quer punir quem passar trotes em atendentes do Samu -(Delair Garcia, da Tribuna do Norte)

Estatística
De acordo com o Samu, ao longo de 2016 foram recebidos quase 9.500 trotes na região noroeste do Paraná. De janeiro até março de 2017 já foram contabilizadas mais de 2 mil ligações de situações falsas. Em média são 1.000 trotes por mês.

Com informações da RPC