Cotidiano

Venda de dinheiro falso é anunciada em redes sociais no Paraná

.

Grupo criado em rede social recebeu postagem diposnibilizando cédulas de Real falsas para venda - Foto: Rede Sul de Notícias
Grupo criado em rede social recebeu postagem diposnibilizando cédulas de Real falsas para venda - Foto: Rede Sul de Notícias

Um grupo de vendas e trocas criado em uma rede social em Guarapuava (centro-sul do Paraná), recebeu uma postagem disponibilizando cédulas de Real falsas para comercialização. No anúncio consta a indicação de um telefone da cidade de Curitiba para contato. Conforme a publicação, a cada nota verdadeira o “cliente” receberia cinco notas falsas do mesmo valor.

O portal RedeSul de Notícias ligou para o número indicado na publicação, mas ele deu apenas como desligado ou fora de área. A pessoas responsável pela divulgação da venda das notas também não retornou ao contato no WhatsApp.

Referências e recorrência
O que mais chamou a atenção na publicação é que a pessoa responsável pelo anúncio diz que “tem referências” na produção das notas falsas. Em setembro de 2016, o mesmo tipo de postagem foi feita no grupo de vendas e trocas em Guarapuava.

Tipificação do crime
Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. O infrator estará sujeito à mesma pena quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou introduzir em circulação moeda falsa.

Mesmo tendo recebido de boa fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros. Conforme a Polícia Federal de Guarapuava, o procedimento correto a adotar em tal situação é voltar ao local onde foi pega a nota (caso saiba) e chamar a polícia.

As informações são do portal Rede Sul de Notícias