Cotidiano

Usuário processa Uber e quer R$ 150 milhões após app expor caso extraconjugal para esposa

.

Cerca de 40 mil motoristas prestam serviços à Uber na capital britânica. - Foto: Pixabay
Cerca de 40 mil motoristas prestam serviços à Uber na capital britânica. - Foto: Pixabay

Um empresário francês resolveu processar o Uber e pedir indenização após sua esposa receber notificações do aplicativo no celular sobre suas visitas à amante utilizando o serviço, o que acabou causando o divórcio do casal.

Conforme jornais franceses, o usuário utilizou o Uber no iPhone da esposa apenas uma vez. Mesmo após fazer o logout do app no aparelho, ela continuou recebendo notificações sobre as viagens do marido com o aplicativo.

No processo, o advogado do empresário afirma que o bug do aplicativo “causou problemas pessoais” para o seu cliente. Eles pedem que o Uber pague cerca de 48 milhões de dólares (45 milhões de euros) em danos na ação judicial.

À reportagem do jornal francês Le Figaro representantes do Uber disseram que “não comentam publicamente casos individuais, e especialmente em situações que envolvem um casal se divorciando”.

As informações são do jornal francês Le Figaro