Cotidiano

Detran Paraná e Polícia Rodoviária Federal discutem ações conjuntas

.

125 motoristas flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas . Foto: Sérgio Rodrigo
125 motoristas flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas . Foto: Sérgio Rodrigo

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Estado vão trabalhar em parceria nas atividades educativas e em ações de proteção à vida. A intenção é ampliar as atividades conjuntas para alcançar os chamados grupos de risco, que apresentam maior tendência de se envolver em acidentes de trânsito. 

“O objetivo é somar os esforços e pensar em iniciativas que alcancem o maior número possível de pessoas. Juntos, podemos mapear os pontos de atenção e gerar conteúdos relevantes para falar dos principais problemas ou fatores de atenção, como excesso de velocidade, bebida e direção, motociclistas, falta de cadeirinha para crianças e ultrapassagens perigosas, por exemplo”, explicou o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. 

Durante reunião na tarde de terça-feira (31), na sede da PRF em Curitiba, Traad também apresentou o projeto da Escola Pública de Trânsito do Detran e disponibilizou os estúdios e salas de videoconferência da autarquia para cursos e palestras. 

“São 64 salas e 11 estúdios, com tecnologia de ponta para ensino a distância. A Polícia Rodoviária pode utilizar nossa estrutura até mesmo para atualização de legislação para os agentes”, destacou. Para o superintendente da PRF no Paraná, Adriano Marcos Furtado, a parceria deve trazer bons resultados. 

“Temos grande expectativa de trabalhar com o Detran para solucionar questões importantes que precisam avançar. É necessário enfrentar as dificuldades diárias com inovação e ferramentas de gestão eficazes”, disse. Entre as iniciativas possíveis, também foram discutidas ações voltadas a motociclistas e atividades para o carnaval, Maio Amarelo e Semana Nacional de Trânsito.