Cotidiano

Evangélica volta da igreja, guarda a bíblia no armário e morre esfaqueada no Paraná

Da Redação ·
Rosineia Siqueira foi assassinada ao retornar de igreja no Paraná - Foto: Reprodução/ Facebook
Rosineia Siqueira foi assassinada ao retornar de igreja no Paraná - Foto: Reprodução/ Facebook

Uma mulher evangélica de 26 anos foi morta com 11 facadas, a poucos metros de sua casa no bairro Tatuquara, em Curitiba, logo após voltar da igreja neste final de semana. Após esfaquear a vítima, o autor do homicídio deixou a faca de cozinha em cima da cama e fugiu.

continua após publicidade

Rosineia Siqueira, mais conhecida como Néia, chegou em casa pouco depois das 21 horas. A filha, de 10 anos, que estava em outra igreja tendo aula de música, chegou minutos depois da mãe, acompanhada por amigas da igreja. Ao perceber que a porta da residência estava apenas encostada, foi direto para o quarto onde viu sua mãe caída ao lado da cama com corpo cheio de sangue.

Amigos da vítima e o pastor da igreja ficaram abalados com tanta brutalidade. Eles disseram que além de ser uma ótima mãe, trabalhadora, era também uma mulher dedicada à igreja.

continua após publicidade

Rosinéia foi casada e estava divorciada há bastante tempo. O ex-marido já estava com outra família e o pai da menina vinha apenas uma vez por ano ver a criança. Policiais militares e civis, além de peritos do Instituto de Criminalítica estiveram no local para apurar a real motivação do assassinato.

Investigação
O que aconteceu dentro da residência em poucos minutos ainda é um mistério para a polícia. Diversas linhas de investigações estão sendo apuradas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com a polícia, quem entrou e matou a Rosineia sabia que no andar de baixo do sobrado não havia ninguém e conhecia os passos da vítima. Nada foi arrombado, apenas o celular e uma bolsa sumiram do local. Antes de morrer, a vítima teve tempo de colocar sua bíblia no armário.

Com informações do portal pr.ricmais.com.br