Mais lidas
Cotidiano

Médico acusado de matar ex-namorada no Paraná tem nova prisão decretada 

.

Médico Raphael Suss Marques é acusado de matar a fisiculturista Renata Mugiatti - Foto: Reprodução
Médico Raphael Suss Marques é acusado de matar a fisiculturista Renata Mugiatti - Foto: Reprodução

O médico Raphael Suss Marques, acusado de matar a ex-namorada fisiculturista Renata Muggiati, teve uma nova prisão decretada pela Justiça do Paraná. Desde o dia 25 de dezembro o médico está preso acusado de agredir outra ex-namorada, há cerca de seis meses. Agora, mesmo que consiga liberdade, o médico permanecerá preso por conta desta nova decisão judicial.

Ontem (19), Marques se tornou réu em razão desta outra agressão após a denúncia do Ministério Público ter sido acatada pela Justiça. O advogado que representa o médico, Edson Abdala, criticou a decisão em entrevista ao portal G1/RPC/PR. “Precipitada, desnecessária pois se quer a defesa foi consultada sobre o por que Raphael teria ido à casa da mãe do filho”, afirmou.

Marques e a ex-namorada teriam mantido um relacionamento por uma semana e se separaram no meio do ano passado. A mulher relatou ter sido agredida com um soco cujo hematoma virou visível, e também disse ter sido ameaçada e xingada. Entre as mensagens, Marques mandou a ela “vou te arrebentar”, “maloqueira”, “piranha”, “lazarenta”. A agressão teria acontecido no dia 23 de dezembro.

Ao decidir pela prisão de Marques, a juíza afirmou que o médico representa risco à ordem pública e que tem inclinação à violência de gênero. O médico está preso no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

A morte
Renata Muggiati morreu no dia 12 de setembro de 2015 após cair do 31° andar do prédio onde vivia. Inicialmente o caso foi tratado como suicídio, mas novos fatos apontaram para a possibilidade de um crime. No dia 25 do mesmo mês, a Justiça do Paraná decretou a prisão temporária do namorado da fisiculturista. O IML indicou que a morte de Renata aconteceu por asfixia e não pela queda.

As informações são do G1/RPC/PR

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber