Mais lidas
Cotidiano

Telescópio do Chile vai receber upgrade para focar em planeta com potencial de abrigar vida

.

A descoberta de uma planeta com o tamanho da Terra  entusiasmou a comunidade científica em 2016. O Proxima B, como foi batizado o corpo celeste, orbita a estrela vizinha do Sol, a Proxima Centauri, situada a 4,2 anos-luz da Terra, e é o exoplaneta mais próximo de nós encontrado até hoje. 

Tal descoberta despertou muito interesse na comunidade científica internacional, principalmente em relação ao potencial do Proxima B para abrigar vida.  Esse interesse comum resultou em um acordo para ampliar a busca por astros no sistema estelar adjacente.

O European Southern Observatory (ESO) assinou um contrato com o Breakthrough Initiatives — programa criado em 2015 pelo físico Yuri Borisovich, fundador da Digital Sky Technologies; para angariar recursos e aprimorar o Very Large Telescope (VLT), montado no Chile. 

Melhor qualidade de imagem
Desta forma, o instrumento VISIR (VLT Imagerand Spectrometer for Mid-Infrared) deve receber melhorias e ampliar a qualidade de imagem. 

Tarefa difícil
Astrônomos ressaltam, no entanto, que encontrar um planeta habitável é muito difícil por causa do brilho da estrela hospedeira, que ofusca a visibilidade. Com as melhorias no VISIR, será possível diminuir a radiação e aumentar o sinal de possíveis astros semelhantes à Terra. 

As informações são do portal Tecmundo

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber