Cotidiano

Após invadir cadeia, trio corta cadeados e resgata presos no Paraná

Da Redação ·
Três homens com alicates grandes usados para corta aço invadiram unidade carcerária e libertaram comparsas - Foto: Cris Neres/Rede Massa
Três homens com alicates grandes usados para corta aço invadiram unidade carcerária e libertaram comparsas - Foto: Cris Neres/Rede Massa

Seis presos foram arrebatados por volta das 4 horas da madrugada desta quinta-feira (29) da Cadeia Pública de São Miguel do Iguaçu, no Oeste do Paraná, a cerca de 40 km de Foz do Iguaçu e da fronteira com o Paraguai.

continua após publicidade

De acordo com a Polícia Civil, três homens com alicate grande usado para cortar aço invadiram a unidade carcerária pelo muro do solário, arrebentaram cinco cadeados e abriram duas celas

Segundo policiais, os fugitivos são os seguintes: David Biberg, 25 anos; Vagner Gonçalves Vieira, 23; Gilberto Ramos Ribas, 28; Roberto Carlos Schmitiz, 30; Isaac Biberg de Oliveira, 31 e Leonar Alves Cirilo, 18 anos. No momento do resgate dos presos não havia plantonista na delegacia, conforme informação de investigadores.

continua após publicidade

Capacidade
A Cadeia Pública de São Miguel do Iguaçu tem quatro celas, com capacidade para 16 detentos, mas no momento da fuga 35 pessoas estavam presas na unidade carcerária de custódia cautelar.

Nota da Sesp
A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (SESP) divulgou nota afirmando que a "solução para o problema é a realização dos projetos de 14 obras de ampliação já previstas, das quais pelo menos dez devem ser concluídas em 2017, além da construção de mais unidades no sistema penitenciário". 

7000 novas vagas
Ao todo, acrescenta a Sesp, serão quase 7000 novas vagas carcerárias, que devem ajudar a 'desafogar' as carceragens das delegacias e reduzir a superlotação em unidades prisionais.