Cotidiano

Enxame de marimbondos na área central de Jandaia do Sul exige ação dos Bombeiros

Da Redação ·
Ferroada de marimbondo, a exemplo de abelhas, pode ser fatal para os seres humanos - Foto: Conexão Planeta/Imagem Ilustrativa
Ferroada de marimbondo, a exemplo de abelhas, pode ser fatal para os seres humanos - Foto: Conexão Planeta/Imagem Ilustrativa

Com o calor dos últimos dias, o número de solicitações feitas ao Corpo de Bombeiros para retirada de enxames de insetos agressivos tem aumentado significativamente, conforme informação do setor de comunicação social da corporação. Nesta terça-feira (27), uma equipe dos Bombeiros Comunitários/Defesa Civil de Jandaia do Sul (região norte do Paraná) foi chamada para comparecer na Avenida Anunciato Soni, em frente à empresa de bebidas Jamel, para remover um enxame de marimbondos que estava colocando em risco a integridade física de quem passava pelo local e deixando as pessoas apreensivas. 

continua após publicidade

Os insetos foram retirados, ensacados (e não queimados) e em seguida devolvidos ao habitat natural, conforme estabelece a legislação ambiental. A ferroada de marimbondo, a exemplo de abelhas, pode ser fatal para os seres humanos e animais domésticos, dependendo do grau do ataque.

Segundo os Bombeiros, o calor e a florada influenciam no surgimento de enxames itinerantes e aumento do número de insetos nas colmeias. O calor também deixa as abelhas, vespas ou marimbondos mais agitados e agressivos e isso potencializa riscos. 

continua após publicidade

Casal atacado e morte
Um homem de 50 anos morreu e a esposa dele ficou gravemente ferida na tarde desta segunda-feira (26), em uma estrada rural de Paiçandu (a 15 quilômetros de Maringá, norte do Paraná) após o casal de agricultores ser atacado por um enxame de abelhas quando ambos trabalhavam. O Corpo de Bombeiros recomenda algumas precauções para evitar ocorrências dessa natureza.

Confira dicas de segurança

#Evite movimentos bruscos e excessivos quando próximo a colmeias
#Não grite, pois as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos
#Evite operar qualquer máquina barulhenta próximo a colmeias.
#Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados
#Ensine as crianças a se precaver e não matar as abelhas, vespas ou marimbondos
#Se for atacado, proteja o pescoço e o rosto das picadas, com a ajuda de uma camisa ou outra vestimenta.
#Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico
#Pessoas alérgicas a picada de insetos devem evitar caminhadas em áreas de mata, pois para quem é sensível à peçonha, apenas uma picada pode ser suficiente para gerar um choque anafilático
#Caso seja alérgico a picadas, pergunte ao seu médico o que fazer
#Caso alguém seja picado, é importante que faça a remoção imediata dos ferrões, pois eles continuam liberando peçonha gradativamente. 
#A sua retirada interrompe esse processo Após a picada, a abelha perde seu ferrão e a bolsa de peçonha e morre. 
#Contudo, o mesmo não se aplica às vespas e marimbondos. Após picar eles estão prontos para atacar novamente 
#Em casos de formação de colmeias em residências, o proprietário deve acionar uma empresa de apicultura especializada para a remoção do foco. 
#Nos casos mais críticos, acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Com informações do Corpo de Bombeiros