Mais lidas
Cotidiano

Diagnóstico antecipado de Alzheimer pode ser obtido com teste de cheiro

.

A capacidade de identificar odores pode indicar o Alzheimer anos antes de sintomas mais sérios - Fotoi: iStock | carlottofoio
A capacidade de identificar odores pode indicar o Alzheimer anos antes de sintomas mais sérios - Fotoi: iStock | carlottofoio

A capacidade de identificar odores pode indicar o Alzheimer anos antes de sintomas mais sérios - e o diagnóstico precoce faz toda a diferença.

A capacidade de sentir cheiros pode ser um importante indicativo para diagnosticar o Alzheimer antes mesmo que os sintomas mais graves apareçam. Um novo estudo da Universidade da Pensilvânia aponta ser possível chegar a diagnósticos bem mais precisos do Alzheimer testando o olfato do paciente.

A pesquisa se baseou na hipótese de que, anos antes dos sintomas da demência aparecerem, há uma queda brusca na capacidade de identificar cheiros. Essa percepção veio da própria experiência dos médicos que acompanham pacientes com Alzheimer: com frequência, eles reclamam que a comida está perdendo o sabor. Com a capacidade de cheirar prejudicada, o gosto também perde a intensidade.

Nariz como chave
Desta forma, o nariz seria uma possível chave para melhorar o diagnóstico precoce das pessoas com alto risco de Alzheimer. Os medicamentos que estão sendo testados para a doença também parecem funcionar melhor nos pacientes em estágio inicial. Isso evidencia que descobrir o Alzheimer mais cedo pode ser fundamental para prevenir a progressão do declínio cognitivo.

Informações são de matéria da jornalista Ana Carolina Leonardi, da Superinteressante

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber