Cotidiano

Ferrero produz dois milhões de potes de Nutella por dia e é a maior consumidora de avelãs no mundo

Da Redação ·
Um terço do consumo mundial de avelãs é da Ferrero, que produz a Nutella - Foto:  ©iStock/Serezniy
Um terço do consumo mundial de avelãs é da Ferrero, que produz a Nutella - Foto: ©iStock/Serezniy

A empresa italiana Ferrero, fundada há 70 anos, é detentora cifras incríveis: abrange um terço do consumo mundial de avelãs e produz uma quantidade anual de Nutella equivalente ao Empire State Building.

continua após publicidade

A história da tradicional marca italiana teve início em 1946 em Alba, uma pequena cidade da região do Piemonte, no norte da Itália, um ano depois do fim da Segunda Guerra Mundial.

O confeiteiro Pietro Ferrero teve a ideia de utilizar avelãs para substituir o chocolate, muito mais raro e caro, e criar um creme que pudesse ser passado no pão. Assim nasceu o que batizaria anos depois com o nome de Nutella, um creme popular no mundo todo, que conquistou público de todas as idades.

continua após publicidade

Hoje são produzidos diariamente dois milhões de potes de Nutella, em porções que vão de 15 gramas a três quilos, da enorme fábrica de Alba, com um superfície de 340.000 m2, o equivalente a 50 campos de futebol.

Nutella tem 32 milhões de fãs no Facebook
Entre todos os seus produtos e suas 22 fábricas espalhadas pelo mundo, o grupo utiliza “um terço da produção mundial de avelãs”, reiterou recentemente o presidente da Ferrero na Itália, Francesco Paolo Fulci. Seus produtos são vendidos em 170 países, e a Nutella tem 32 milhões de fãs no Facebook.

Entrada difícil
Entrar nesta fábrica ultramoderna não é tarefa fácil: além de credenciais, não é permitido portar telefones celulares nem máquinas fotográficas. Avental e chapéu são obrigatórios. Da produção da Nutella, não se pode ver nada. A receita é secreta e cuidadosamente preservada. O visitante só assiste como a pasta cremosa é despejada em frascos transparentes que, em seguida, partem para a linha onde serão rotulados.

continua após publicidade

Bombons Ferrero Rocher
A produção dos bombons Ferrero Rocher é um tanto mágica. Os biscoitos esféricos com uma avelã no meio são banhados com Nutella pelas máquinas, e depois cobertos com avelãs trituradas e chocolate.

100 milhões de avelãs por dia
Nos períodos de pico, como antes do Natal, 24 milhões de Ferrero Rocher saem da fábrica de Alba todos os dias. Cada bombom leva quatro avelãs – uma no centro e três divididas entre o creme e a cobertura. Os estoques da fábrica chegam a ter até 100 milhões de avelãs por dia.

Com informações das agências internacionais