Cotidiano

Gaeco foca policiais civis e advogado em operação no Litoral do PR

Da Redação ·
Operação do Gaeco mirou policiais civis e advogado em Matinhos - Foto: Blog da Luciana Pombo
Operação do Gaeco mirou policiais civis e advogado em Matinhos - Foto: Blog da Luciana Pombo

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu na manhã desta quarta-feira (7), mandados de busca e apreensão em Matinhos, no Litoral do Estado. As informações são do Blog da Luciana Pombo.

continua após publicidade

Conforme o coordenador do Gaeco, Leoenir Batisti, “a operação está relacionada a um suposto esquema de corrupção envolvendo policiais civis”. Batisti relatou que “os presos (e seus familiares) para protelar a ida ao Sistema Penitenciário pagavam valores em dinheiro para os policiais civis e tinham garantida a permanência na delegacia”.

“Eles não têm poder de Justiça, mas todos sabemos que o Sistema Penitenciário está sobrecarregado. Então, eles (os policiais) simplesmente cobravam valores e diziam para a Justiça que a delegacia tinha capacidade para continuar com os detentos. O advogado intermediava a negociação, de acordo com investigações preliminares”, relatou o procurador.

continua após publicidade

As investigações iniciaram pela Promotoria de Matinhos. O promotor Caio Bérgamo foi quem solicitou apoio do Gaeco para o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

Dois policiais civis foram notificados e um advogado acabou preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. No escritório do advogado, os policiais encontraram uma arma com numeração raspada.

Com informações do Blog da Luciana Pombo