Cotidiano

Cobra com duas cabeças nasce em zoológico do Paraná; veja vídeo

Da Redação ·
Cobra com duas caeças está isolada no serpentário do Zoológico de Cascavel  - Foto: Reprodução
Cobra com duas caeças está isolada no serpentário do Zoológico de Cascavel - Foto: Reprodução

Uma cobra cascavel com duas cabeças nasceu no zoológico da cidade homônima de Cascavel (oeste do Paraná) no final de semana. De acordo com especialistas em ofídios, o caso é incomum. Apenas duas situações similares foram registradas em cativeiros no Brasil.

continua após publicidade

O réptil se movimenta bem, mas conforme especialistas, tem um problema na espinha que a deixa com espécie de corcunda. Um exame a ser realizados nos próximos dias vai definir o futuro da cascavel. Avaliação preliminar indica que será difícil salvar a cobra.

"Ela nasceu com esse defeito congênito de uma ninhada de 17 animais. Eu não sei se é tão raro assim, mas usual não é. Foi a primeira vez que vi um caso assim", Ilair Dettoni.

continua após publicidade

"Nós ainda não temos certeza da viabilidade desse animal. Vamos observar se ela vai conseguir se alimentar nos próximos dias. Ela também vai passar por uma tomografia em uma clínica especializada para verificarmos como está a estrutura óssea, como os órgãos internos", explicou Dettoni.

Separação para a mãe não comer os filhos 
Segundo ele, o ofídio de duas cabeças é de uma ninhada de 17 filhotes. Três morreram e outros 13 foram separados da mãe porque ela poderia comer a prole

Cobra com duas cabeças nasce em zoológico do Paraná; veja vídeo fonte: Reprodução
continua após publicidade

Veterinário é a favor de sacrifício
Os filhotes são muito agressivos e já demonstraram habilidade para dar botes, mesmo que nos 10 dias primeiros dias de vida não necessite de alimento porque nasceram com um reserva nutricional. "Se a cobra resistir, poderá viver por até 15 anos. Eu acho que é até de mau gosto a gente fazer uma exposição de um animal desse, pois pode assustar as pessoas; a verdade, eu sou muito mais a favor de fazer o sacrifício dessa cobra", opinou o veterinário Ilair Dettoni.

Acasalamento acidental
Biólogos acrescentaram que o acasalamento da cascavel foi acidental. O serpentário do zoológico de Cascavel não tem capacidade para abrigar tantas cobras, por isso, a ninhada de répteis será doada.

Com informações da equipe técnica do zoológico de Cascavel