Cotidiano

Polícia desmantela quadrilha e apreende carros, caminhões e mais de 10 ton de maconha 

Da Redação ·
Ao todo foram localizados dez toneladas e 200 quilos de maconha
Ao todo foram localizados dez toneladas e 200 quilos de maconha

A Polícia Civil do Paraná através da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), confirmou nesta terça-feira (6) que desmantelou uma quadrilha de traficantes que atuava em vários estados do país com o fornecimento de drogas. Mais de dez toneladas de maconha foram apreendidas pela polícia, em um barracão localizado na cidade de Goiânia, capital do Estado de Goiás (GO), além da identificação de sete pessoas suspeitas de integrar o bando. 

continua após publicidade

Cinco pessoas de idades entre 34 a 21 anos foram presas e dois adolescentes ambos de 17 anos foram apreendidos. A polícia apreendeu também quatro carros e dois caminhões – veículos utilizados para o transporte das drogas. 

Polícia desmantela quadrilha e apreende carros, caminhões e mais de 10 ton de maconha  fonte: Reprodução
continua após publicidade

Ao todo foram localizados dez toneladas e 200 quilos de maconha. A droga estava pronta para ser comercializada 

As investigações iniciaram há cerca de quatro meses, depois que a equipe policial da Denarc identificou uma das pessoas envolvidas na organização criminosa. Ao receber informações de que o suspeito investigado transportaria uma grande carga de drogas até a cidade de Goiânia, a Denarc entrou em contato com as polícias dos estados vizinhos informando a ação criminosa que resultou na prisão dos suspeitos e apreensão das drogas. 

O Comando de Operações de Divisa (COD) de Goiás, o Departamento de Operações de Fronteiras (DOF) do Mato Grosso do Sul (MS) e o Grupo de Operações Aéreas (Graer) também de Goiás participaram da ação policial.De acordo com investigações, o entorpecente saía do Paraguai com destino à cidade de Goiânia, onde posteriormente seria redistribuído para outros estados do país. 

continua após publicidade

“As drogas estavam embaladas em diversas cores, o que indica que cada cor da embalagem seria entregue para traficantes diferentes. Constatamos também que para o transporte da maconha, um consórcio entre os integrantes do bando foi realizado para que pagassem o valor do frete”, conta o delegado-titular da Denarc de Maringá, Gustavo Pinho Alves.

Todos responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Já os menores por um ato infracional. Os envolvidos permanecem à disposição da Justiça.