Cotidiano

Suspeito de desviar R$ 1 milhão de restaurante é preso com 15 carros de luxo no PR 

Da Redação ·
Policiais apreenderam 15 carros de luxo avaliados em mais de R$ 1 milhão na casa deles. foto: Polícia Civil
Policiais apreenderam 15 carros de luxo avaliados em mais de R$ 1 milhão na casa deles. foto: Polícia Civil

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira (28) a prisão de um homem de 41 anos, suspeito de aplicar um golpe superior a R$ 1 milhão, em Curitiba. A vítimas são proprietárias de um tradicional restaurante da capital paranaense. A prisão foi uma ação do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), unidade de elite da Polícia Civil do Paraná. A mulher do suspeito e outro homem também foram detidos. Os policiais apreenderam 15 carros de luxo avaliados em mais de R$ 1 milhão na casa deles, no bairro CIC, em Curitiba. 

continua após publicidade

O preso trabalhava no setor financeiro do restaurante e, desta maneira, tinha acesso às contas bancárias das vítimas. De posse dos dados, ele começou a fazer transferências, desviando recursos da empresa. Existe a suspeita que ele tenha falsificado a assinatura em cheques para movimentar os recursos.

“A suspeita é que o golpe pode ter rendido mais de R$ 1 milhão para o casal”, disse o delegado titular do Cope, Rodrigo Brown. “O rapaz afirmou que fazias transferências regulares de R$ 30 mil e R$ 50 mil e sempre investia em carros de luxo para posterior revenda”, completou. 

continua após publicidade

Suspeito de desviar R$ 1 milhão de restaurante é preso com 15 carros de luxo no PR  fonte: Reprodução

Na residência do casal os policiais do Cope encontraram diversos carros de luxo - duas BMW, dois Audi, dois Camaro, um Corvette, Ford Edge, Fremont, Toro, uma Amarok, um Optima, dois Marea e um Golf. 

“Os veículos estavam no nome de Fernanda, que é empregada doméstica. Os carros são avaliados em mais de R$ 1 milhão, um patrimônio completamente incompatível”, completou Brown. 

continua após publicidade

Além dos carros, os policiais encontraram cerca de R$ 8 mil em dinheiro e uma carga desviada de biscoito servido no restaurante. A investigação começou no início desta semana, quando um advogado de Curitiba levou os empresários até o Cope. 

“Foi uma investigação rápida e eficiente. Em poucos dias, com o auxilio do Poder Judiciário, chegamos à prisão do casal, que poderia fugir, já que o rapaz estava em processo de demissão”, disse Brown. 

No outro endereço, no Centro de Curitiba, na casa de uma irmã do ex-funcionário, os policiais encontraram outra parte da carga. Lá, foram apreendidas ainda diversas munições de uso restrito, além de três armas com registro vencido, uma máquina de recarga de munição e insumos de recarga. Neste local, outro homem foi detido e vai responder por posse ilegal de munição de calibre restrito. O casal teve a prisão preventiva decretada e vai responder por estelionato e lavagem de dinheiro.