Cotidiano

Programa capacita profissionais do sistema socioeducativo do Paraná

Da Redação ·
Programa capacita profissionais do sistema socioeducativo do Paraná. Foto: Assessoria
Programa capacita profissionais do sistema socioeducativo do Paraná. Foto: Assessoria

Em mais uma etapa de capacitação em segurança socioeducativa, os educadores sociais das unidades de Fazenda Rio Grande, Joana Richa, Umuarama e Pato Branco receberam treinamento, nesta quarta-feira (23), para alinhar os procedimentos de segurança no sistema socioeducativo. 

continua após publicidade

“As técnicas de segurança socioeducativa são balizadas pelo Código de Normas e Procedimentos das Unidades de Atendimento Socioeducativo, aprovado este ano pela Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos”, ressalta o diretor adjunto do Departamento de Atendimento Socioeducativo, Alex Sandro da Silva. 

Os métodos das atividades compreendem algemamento, condução, revista corporal, minuciosa e estrutural. O educador Claudinei Monteiro Dalava falou sobre a capacitação de segurança, ao afirmar que é importante pela troca de experiência com pessoas que conhecem realmente a socieoducação. Os próximos módulos acontecerão entre os dias 12 a 17 de dezembro, nas cidades de São José dos Pinhais, Campo Mourão e Toledo. 

continua após publicidade

Sistema informatizado
Já para as unidades Londrina I, Londrina II, Semiliberdade de Londrina e Santo Antônio da Platina, ocorreu a última etapa de capacitação do Sistema Informatizado de Medidas Socioeducativas para alinhar prática das diversas áreas atuantes no atendimento ao adolescente que cumpre medida socioeducativa. Foram capacitados 40 educadores. 

A capacitação teve início no mês de outubro e faz parte do Programa de Formação Continuada aos Profissionais do Sistema Socioeducativo e tem o objetivo de capacitar todos os educadores sociais e coordenadores dos Censes de todo o Estado. Para assessora técnica e instrutora das capacitações, Leticia Simões, esse treinamento visa melhorar o dia a dia de trabalho nas unidades. 

“Estamos trabalhando para aperfeiçoar toda a equipe de profissionais da socioeducação e assim alinhar e padronizar todo o trabalho com o adolescente”. O educador Matheus Vinícius Acosta destaca que essas ações propiciam encontros efetivos entre a interdisciplinaridade dos educadores das diversas unidades. “Aprimoramos aqui diversas atividades e métodos com eficiência no atendimento em prol da ressocialização dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas”. 

A capacitação volta em 2017, contemplando assim as demais unidades.