Cotidiano

Presos 15 integrantes de quadrilha suspeita de 10 homicídios, tráfico e extorsão

Da Redação ·
Grupo foi preso na manhã desta terça-feira em São José dos Pinhais. Foto: Polícia Civil
Grupo foi preso na manhã desta terça-feira em São José dos Pinhais. Foto: Polícia Civil

Quinze pessoas foram presas durante a Operação Libertas, deflagrada nesta terça-feira (8) pela Polícia Civil em conjunto com a Guarda Municipal, no bairro Jardim Independência, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Durante a ação a Polícia apreendeu seis armas (quatro calibre 12, um revólver 38 e uma espingarda calibre 22 de uso restrito), além de drogas e munições (calibres 22, 38 e 40). 

continua após publicidade

Uma motocicleta CG e um veículo Duster, ambos com alerta de roubo, foram recuperadas. Um adolescente de 16 anos também foi apreendido.A investigação foi conduzida pelo delegado Michel Teixeira de Carvalho, da Delegacia da Polícia Civil de São José dos Pinhais e começou há cerca de três meses, após uma série de registros de boletins de ocorrência por roubo, furto, extorsão, esbulho possessório (quando a propriedade é invadida) e homicídios. 

"Ao longo do trabalho de investigação identificamos os integrantes desta quadrilha. Eles agem com extrema violência causando pânico e medo aos moradores do Jardim Independência. Esta operação é uma limpeza no bairro", disse o delegado. Após a ação policial, os moradores do bairro aplaudiram os policiais.Durante a investigação, as vítimas relataram o modus operandi da organização criminosa. Os criminosos expulsavam os moradores das casas e os obrigavam até a transferir veículos para a quadrilha. Caso a ordem fosse desobedecida, eles ameaçavam colocar fogo na residência e até mesmo matar os familiares. 

continua após publicidade

"Era comum estas pessoas andarem armadas pelo meio da rua intimidando os moradores", comentou o delegado. A polícia suspeita que a quadrilha seja responsável por pelo menos 10 homicídios, todos no bairro Jardim Independência. Além disso, eles eram responsáveis por pequenos roubos e furtos. Por algumas vezes, a quadrilha avistava o caminhão de mercadorias descarregar a carga nos mercados do bairro e depois realiza o roubo, levando o dinheiro e produtos.Durante a operação policial, um carro modelo Duster foi recuperada. O proprietário do veículo afirmou à polícia que a Duster tinha sido roubada na última quinta-feira, que tinha pago apenas duas parcelas do financiamento e que o carro ainda não tinha seguro. O automóvel estava no meio de um matagal e foi avistado pela equipe do GOA (Grupamento de Operações Aéreas). 

"Estávamos sobrevoando o local dando apoio às equipes que cumpriam os mandados de prisão e busca quando avistamos o carro no matagal. Acionamos uma equipe da polícia que ao chegar no local confirmou que o carro era roubado", disse o delegado Renato Coelho, coordenador do GOA. "Foi gratificante ver o dono do carro feliz com o trabalho da Polícia Civil do Paraná", completou.Renan Alves, coordenador da Guarda Municipal (GM)de São José dos Pinhais, falou que nove equipes participaram da ação. 

"A GM sempre atua em parceria com a Polícia Civil, inclusive com serviços de inteligência. Está operação foi muito importante tanto para a cidade como para a população que reside na região. Esperamos que com essas prisões os comerciantes tenham mais liberdade na sua comunidade", ressaltou Alves.A operação, batizada como Libertas, que significa liberdade em latim, reuniu cerca de 60 policiais. Além do GOA, dos policiais civis da delegacia da cidade e da Guarda Municipal, participaram ainda policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), do Canil da Divisão de Narcóticos (Denarc) e da Delegacia da Mulher.