Cotidiano

Acusada de bruxaria, idosa é queimada viva no Peru; veja vídeo

Da Redação ·
Idosa peruana foi queimada viva em vilarejo por supostamente causar cólicas permanente em várias pessoas através de bruxaria - TFG mídia/imagem ilustrativa
Idosa peruana foi queimada viva em vilarejo por supostamente causar cólicas permanente em várias pessoas através de bruxaria - TFG mídia/imagem ilustrativa

Moradores de uma vilarejo indígena no Peru recentemente queimaram viva uma idosa sob a acusação de bruxaria, relatou a procuradoria peruana.Conforme o portal El Nuevo Dia, um dos habitantes da vila gravou o momento do assassinato em vídeo num celular. As imagens foram analisadas pelas autoridades peruanas e mostram como a senhora de mãos amarradas é colocada sobre um monte de galhos, ensopada com gasolina e incendiada com um fósforo. 

continua após publicidade

O crime bárbaro foi cometido em localidade de difícil acesso, sem conexão telefônica, ficando a cerca 10 horas de viagem do povoado médio mais próximo. Isso explica que o crime, cometido em 20 de setembro, tenha vindo a público somente agora. Por essa razão, a polícia só pôde chegar ao vilarejo dias após o assassinato. Os restos mortais da senhora foram identificados no local. 

Queimando três dias
Os agentes acreditam, no entanto, que o corpo da mulher continuou sendo queimado ao longo de três de dias, mesmo após a sua morte. O crime foi cometido sob a suspeitas de que a idosa de 73 anos estaria jogando praga de doença em seus vizinhos. Antes ser assassinada, ela teria sido julgada por um tribunal popular formado por cerca de 40 moradores da vila. A decisão foi registrada em um tipo de ata e foi divulgada no vilarejo.

continua após publicidade

Outros três casos investigados
Autoridades peruanas acrescentaram que outros três casos de pessoas queimadas viva em lugares longínquos do país sob a acusação de atos de bruxaria são investigados.