Cotidiano

Vídeo sobre monstro no Alasca na realidade é gelo preso a corda; assista 

Da Redação ·
Imagem: FB/Bureau of Land Management/Reprodução
Imagem: FB/Bureau of Land Management/Reprodução

Um vídeo postado no Facebook pelo Escritório de Administração de Terras (EAT) do Alasca (EUA) teve ampla repercussão na web nesta semana. A imagem mostra o que para alguns seria uma serpente gigante nadando no rio Chena, em Fairbanks. Após a postagem, internautas do mundo inteiro manifestaram opiniões dando conta que a criatura seria um suposto monstro que parecido o do Lago Ness, lendário da Escócia. 

continua após publicidade

Os funcionários da organização Craig McCaa e Ryan Delaney filmaram a cena, e a EAT deixou para os internautas a decisão sobre o que estava acontecendo. Eles não incluíram nenhuma especulação além de que se tratava de uma "coisa estranha". De imediato, a internet respondeu com hipóteses que incluem um couro de alce morto, um crustáceo gigante, um esturjão do Alasca, uma corda congelada e — o mais popular — um descendente do lendário Monstro do Lago Ness da Escócia. 

Fim de mistério
Em uma atualização postada na página do EAT, a agência escreveu. "Segundo a especialistas da EAT, até agora a explicação mais convincente, compartilhada por técnicos do Departamento de Pesca e Jogo do Alasca, é de que o vídeo mostra gelo preso a uma corda que provavelmente está presa em um cais de pontes", detalhou o post, com o seguinte final: "Obrigado por suas teorias e Feliz Halloween!"