Cotidiano

Eleitores vão às urnas hoje para escolher novos prefeitos no 2º turno

Da Redação ·
Eleitor gastará em média 42 segundos para votar na urna biométrica - Foto: iLUSTRAÇÃO
Eleitor gastará em média 42 segundos para votar na urna biométrica - Foto: iLUSTRAÇÃO

No segundo turno das eleições municipais, neste domingo (30), 32.986.856 de eleitores voltarão às urnas eletrônicas para escolher o prefeito entre os dois candidatos mais votados no primeiro turno.

continua após publicidade

O segundo turno ocorre em 57 municípios, sendo 18 capitais e cidades do interior com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos obteve mais da metade dos votos válidos, no dia 2 de outubro. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do total de eleitores, 12.876.898 estão aptos a votar pelo sistema biométrico de identificação pelas impressões digitais. Serão 437 Zonas Eleitorais no segundo turno, que abrangem 90.665 seções eleitorais.

Há ainda recurso de candidato, que concorre no segundo turno com registro indeferido, aguardando julgamento definitivo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Paraná, haverá eleições neste domingo em Curitiba, Maringá e Ponta Grossa. Na Capital do Estado estão na disputa Rafael Greca de Macedo (PMN) e Nei Leprevost (PSD). Em Maringá concorrem Sílvio Barros (PP) e Ulisses Maia (PDT). Em Ponta Grossa, ficaram para o segundo turno Marcelo Rangel (PPS) e Aliel Machado (REDE). Nesses três municípios e em outros pelo País, o TSE determinou o envio de forças federais para garantir a segurança dos eleitores, dos candidatos e a garantia da ordem pública.

continua após publicidade

No estado
No Paraná, além destas, Cascavel e Londrina poderiam ter segundo turno. Em Londrina, Marcelo Belinati (PP), foi eleito com 51.57% dos votos. E em Cascavel, Leonaldo Paranhos (PSC) foi eleito com 51.17% dos votos. Já Foz do Iguaçu, mesmo com menos de 200 mil eleitores, não tem candidato definido. Paulo Mac Donald Guisi, do PDT, foi o candidato mais votado com 58.163 votos. Paulo teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral e a situação está em mãos da Justiça para saber se ele irá ou não assumir a Prefeitura.