Cotidiano

Colégios começam a ser desocupados na região norte do Paraná

Da Redação ·
Foto - Tribuna do Norte
Foto - Tribuna do Norte

Após o assassinato de um estudante adolescente ontem (24) à tarde no interior de um colégio ocupado em Curitiba, o número de estabelecimentos de ensino público onde ocorrem protestos de alunos no Estado sofreu redução, conforme a Secretaria de Estado de Educação (Seed) do Paraná.  

continua após publicidade

De acordo com a Seed, o número de colégios estaduais ocupados caiu de 830 para 792. Já a página do Movimento Ocupa Paraná na internet aponta para 851 colégios ocupados. Na região de Apucarana (norte do Paraná), cinco colégios da ãrea do Núcleo Regional de Educação (NRE) haviam sido desocupados. São eles o Vale do Saber (Apucarana), Professor César Lattes (Cambira), Carlos de Campos (Jandaia do Sul), Doutor Rebouças (Rio Bom) e Tancredo Neves (Marilândia do Sul).

Saída voluntária
De acordo com Bruno Gurgel, um dos alunos coordenadores do movimento em Apucarana, o colégio Vale do Saber foi desocupado pelos alunos de maneira voluntária. “Os estudantes foram pressionados pela comunidade e houve ameaça de invasão à escola, por isso eles optaram pela desocupação. No entanto, o movimento continua firme no restante dos colégios”, afirma.

continua após publicidade

Já na área do NRE de Ivaiporã, três colégios foram desocupados. São eles o Madre Cândida (Arapuã), Jamil Aparecido Bonacin (São João do Ivaí) e D. Pedro I (Lidianópolis). Ainda há 24 escolas com ocupações.

Assembleia nesta terça-feira decide rumo de movimento
O Movimento Ocupa Paraná deve decidir nesta terça-feira, em assembleia a ser realizada em Curitiba, se vai continuar com as ocupações. Na semana passada, uma decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Apucarana negou pedido de reintegração de posse, solicitada pela Procuradoria Estadual do Paraná.

As ocupações ocorrem porque a Medida Provisória 746/2016, criticada pelos alunos, promove alterações na estrutura do ensino médio através da ampliação da carga horária mínima para 1,4 mil horas anuais e torna facultativas as disciplinas de Artes e Educação Física, entre outras mudanças.

continua após publicidade

A chefe do NRE de Apucarana, Maria Onide Balan Sardinha, afirma que o núcleo está acompanhando de perto os colégios tomados pelas alunos na região e a expectativa é que os estudantes optem pela desocupação na assembleia desta terça-feira.

Adolescente apreendido com maconha em colégio ocupado
Professores do Colégio Osmar Guaracy Freire, em Apucarana, tentaram retomar suas atividades na escola na manhã e ontem, mas foram impedidos por conta da ocupação. Pais de alunos contrários à manifestação estiveram no local. Houve embate entre estudantes e pais. A Polícia Militar (PM) entrou no local e apreendeu um adolescente com uma porção de maconha.

Motivados pelo comunicado de que o Governo puniria professores que apoiam as ocupações, professores se dirigiram à escola, mas não puderam retomar as atividades. Pais de alunos acompanharam a situação e tentaram entrar no colégio. Houve troca de empurrões e bate-boca.

A PM foi acionada e, após dialogar com os estudantes, entrou no colégio e revistou os alunos. Foi encontrada uma porção de maconha com um jovem de 16 anos. O Conselho Tutelar foi chamado e o jovem foi encaminhado à delegacia.