Cotidiano

Hubble foca nebulosa da aranha vermelha na constelação de Sagitário

Da Redação ·
Nebulosa planetária abriga uma das estrelas mais quentes já conhecidas e seus poderosos ventos estelares geram ondas de 100 bilhões de quilômetros (62,4 mil milhões de  - Crédito da foto: ESA / Garrelt Mellema (Universidade de Leiden, Holanda)
Nebulosa planetária abriga uma das estrelas mais quentes já conhecidas e seus poderosos ventos estelares geram ondas de 100 bilhões de quilômetros (62,4 mil milhões de - Crédito da foto: ESA / Garrelt Mellema (Universidade de Leiden, Holanda)

Cientistas da  Agência Espacial Europeia (ESA) divulgaram na sexta-feira (21) imagens captadas pelo telescópio Hubble nas quais é possível perceber ondas enormes na nebulosa de dois lóbulos chamada pelos astrônomos de "aranha vermelha", localizada a cerca de 3.000 anos-luz de distância, na constelação de Sagitário. 

continua após publicidade

Astrônomos da ESA detalham que esta nebulosa planetária abriga uma das estrelas mais quentes já conhecidas e seus poderosos ventos estelares geram ondas de 100 bilhões de quilômetros (62,4 mil milhões de milhas) de altura. 

As ondas são causadas por choques supersônicos de  rápida expansão e os átomos emitem radiação espetacular, cuja imagem foi captada pelo Hubble.

continua após publicidade

Com informações do portal da NASA/ESA