Cotidiano

Montanhas-russas podem ajudar na eliminação de pedras nos rins

Da Redação ·
Crédito da foto: © Matt Magnone / Fotolia - Imagem ilustrativa
Crédito da foto: © Matt Magnone / Fotolia - Imagem ilustrativa

Um urologista da Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos (EUA) descobriu que andar de montanha-russa ajuda os pacientes a eliminar pedras nos rins com uma taxa de sucesso de quase 70%.David Wartinger, professor emérito no departamento de Osteopátia - Especialidades Cirúrgicas, fez um estudo aprofundado sobre o assunto para avaliar se as histórias que ouvia dos pacientes eram verdadeiras.Seu estudo está publicado no Journal of the American Osteopathic Association. 

continua após publicidade

"Pacientes relataram que após andar de montanha-russa, em particular no Walt Disney World, eles foram capazes de eliminar pedras nos rins", afirmou Wartinger.Usando um modelo 3D de rim com três pedras não maiores que 4 milímetros inseridos nele, o professor colocou o modelo numa mochila e fez os testes na montanha-russa Big Thunder Mountain, que fica no parque Magic Kingdom em Orlando, e os resultados obtidos por ele confirmaram os relatos dos pacientes."

O estudo mostrou que quando sentado no último carro da montanha russa a taxa de eliminação da pedra tem 64% de sucesso, enquanto que nos primeiros carros a taxa ficou em 16 por cento", detalhou Wartinger.Os cientistas descobriram ainda que a taxa é de 100% de sucesso quando as pedras estão localizadas na câmara superior do rim.

continua após publicidade

Equipamentos convencionais
O ideal, explicou o professor  Wartinger, é que se use montanhas-russas convencionais, pois as que têm movimentos bruscos, velocidades exageradas e com movimentos invertidos ou de cabeça para baixo não permitem que a pedra seja eliminada.Com informações do portal da Michigan State University.

Com informações do portal da Michigan State University