Cotidiano

Ladrão assalta ambientalista durante transmissão ao vivo pelo Facebook

Da Redação ·
João das Águas fazia uma transmissão ao vivo pelo Facebook. Foto: Reprodução
João das Águas fazia uma transmissão ao vivo pelo Facebook. Foto: Reprodução

Um ambientalista foi assaltado na tarde de sexta-feira (23) enquanto fazia um "live" "(transmissão ao vivo) no Facebook, em Londrina no Paraná. João Batista Moreira Souza, mais conhecido como João das Águas,foi roubado às margens do lago Igapó 3, próximo à avenida Castelo Branco, no jardim Universitário. Assista o vídeo aqui. 

continua após publicidade

Ladrão assalta ambientalista durante transmissão ao vivo pelo Facebook fonte: Reprodução

Depois de criticar políticos de Londrina e falar sobre o modelo de administração Souza foi rendido por um homem armado deu disse: “já era, passa o celular”, ameaçando atirar no ambientalista.

continua após publicidade

É possível ver o rapaz chegando nas imagens que foram transmitidas ao vido pelo Facebook. 

O bandido roubou dois celulares Samsung J5, uma blusa jeans, R$ 200 e o carro da vítima, um em Citroen C3 de placas AZV-9687 de cor prata. Um boletim de ocorrência foi registrado e até a publicação desta matéria nenhum suspeito havia sido preso. 

A transmissão com problemas, e não se sabe se o vídeo pode ajudar a polícia a identificar o bandido. 

continua após publicidade

O ambientalista postou um comunicado em sua página o ambientalista. Até a tarde deste sábado o vídeo tinha 2,6 visualizações. Leia na íntegra. 

"Eu sustentabilista João das Águas, exercendo a minha cidadania, fazia um LIVE (ao vivo) no Facebook na boa, CRITICAVA e elogiava O KIREEFF E O VALTER ORSI, quando no ultimo minuto, fui ASSALTADO COM REVOLVER,( e pegou o assalto AO VIVO,) É INACEITÁVEL, só depois do susto que caiu a ficha, estava perto da minha casa, a margem do Igapó 3, perto da Av, Castelo Branco, em frente a uma academia , vejam a nossa insegurança, perdi 2 CELULARES NOVOS ,uma blusa jeans com 200 reais, E UM VEICULO C3 2012/13, inacreditável, ainda bem que nada de mais grave me aconteceu.."