Cotidiano

OAB do PR entra com ação para que bancos operem alguns serviços

Da Redação ·
Paralisação já soma 17 dias. (Foto - Delair Garcia)
Paralisação já soma 17 dias. (Foto - Delair Garcia)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Paraná entrou com uma ação civil pública para que os bancos voltem a realizar os serviços básicos durante a greve. A entidade busca uma medida judicial que garanta o funcionamento de algumas atividades que foram suspensas desde o dia 06 de setembro, quando a paralisação teve início.

continua após publicidade

A ação contra a Federação dos Empregados dos Estabelecimentos Bancários do Estado do Paraná (FEEB/PR) e da Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (FETEC/PR), alega que os advogados estão impossibilitados de dar continuidade aos seus trabalhos da esfera judicial, pela falta de serviços bancários, como depósitos que ultrapassem os limites operacionais dos sistemas online.

O presidente da OAB Paraná afirmou que respeita a greve mas que seus profissionais não podem ser prejudicados em razão dela. “Milhares de advogados não podem ser impedidos de exercer a sua profissão e levantar os valores provenientes dos depósitos em processos judiciais e de receber honorários advocatícios, colocando em risco a subsistência de centenas de famílias".

continua após publicidade

Um prazo de 10 dias foi estabelecido em 19 de setembro, pela 17ª Vara do Trabalho de Curitiba para que haja mais informações e que o Ministério Público do Trabalho seja ouvido.

(Com informações - OAB PR)