Cotidiano

Jaguatirica morre queimada em canavial, mas salva filhote 

Da Redação ·
Filhote de jaguatirica salvo pela mãe foi encaminhado a médica veterinária (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)
Filhote de jaguatirica salvo pela mãe foi encaminhado a médica veterinária (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

A morte de um animal selvagem na região norte do Paraná chamou a atenção de entidades protetoras dos animais. A Polícia Ambiental confirmou nesta terça-feira (20) que uma jaguatirica morreu queimada em Itambé, no último domingo (18), mas conseguiu salvar a vida do filhote ao envolvê-lo com próprio corpo, evitando assim que o fogo atingisse a cria. Ao erguerem o corpo da mãe, os policiais localizaram um filhote.

continua após publicidade

O felino estava em uma área de plantio de cana-de-açúcar, que foi queimada para colheita. Policiais supõem que sem conseguir fugir a tempo, a jaguatirica morreu, mas protegeu o filhote com o próprio corpo.

O filhote estava ileso e foi levado a uma médica veterinária e para depois ser solto novamente na natureza dentro de 40 dias. A Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros alertam para o risco provocado por queimadas e ainda como agir ao se deparara com um animal selvagem.

continua após publicidade

De acordo com Polícia Ambiental, em situações dessa natureza não se deve fazer movimentos bruscos ou tentar chamar a atenção do animal, que pode achar que está sendo atacado e revidar. 

ANIMAL CARNÍVORO
A jaguatirica é um mamífero carnívoro da família Felidae e gênero Leopardus. Dez subespécies, entre as quais o gato maracajá, e do felino habitam desde o sul dos Estados Unidos até ao norte da Argentina, mas já foi extinto em algumas regiões.

Jaguatirica morre queimada em canavial, mas salva filhote  fonte: Reprodução

Com informações do MassaNews (colaboração Índio Maringá, da Rede Massa)