Cotidiano

Conheça a flatform; a nova versão do salto anabela que promete virar tendência

Da Redação ·
Foto - Reprodução: 1 – Kurt Geiger / 2 – Converse / 3 – Stella McCartney / 4 –Schutz
Foto - Reprodução: 1 – Kurt Geiger / 2 – Converse / 3 – Stella McCartney / 4 –Schutz

O sapato de salto alto mais confortável do momento tem chegado de mansinho mas deve conquistar as mulheres. O modelo repaginado da já conhecida anabela traz uma versão mais cool e despojada, porém ao mesmo tempo tem apresentado modelos que vão desde os mais básicos até os mais sofisticados.

continua após publicidade

A palavra flatform vem do inglês, onde “flat” significa plano ou reto. Essa breve definição já diz tudo sobre o modelo. Os sapatos da vez seguem essa proposta em seus saltos, que vão desde os baixinhos até os maiores para aquelas que não abrem mão de um bom salto alto.

Conheça a flatform; a nova versão do salto anabela que promete virar tendência fonte: Reprodução
continua após publicidade

A ideia pode parecer nova mas a inspiração é antiga. A referência vem do século XV e XVI, onde as mulheres venezianas começaram a usar sapatos com saltos de até 20 centímetros para parecerem mais altas. Na época, eles eram chamados de chopine e conquistaram o coração da ala feminina.

A cultura japonesa também deu start nessa tendência e há anos já trazia um modelo parecido, conhecido como okobo, o qual era confeccionado em madeira com solas grandes e robustas. No Japão, a ideia era usar o sapato para não arrastar suas vestes no chão e mantê-las limpas.

Voltando para nossa atualidade, elas começaram a aparecer de maneira tímida, ainda em 2011, em desfiles da Prada e Chanel. Inicialmente, a proposta não agradou como o esperado e as flatforms continuavam dando o ar da graça somente nas passarelas. 

continua após publicidade

Em 2012 a Prada voltou a investir na peça e apresentou novos modelos em um desfile para a temporada de verão de 2013. Uma das precursoras do modelo foi a atriz Elle Fanning, que usou uma flatform na pré-estreia do filme Crepúsculo – Amanhecer, parte II, naqueles mesmo ano.

Desde então, o sapato “ame ou odeie” tem se esforçado para garantir um espaço e parece agora chegou sua vez. Já é possível ver os modelinhos nos pés das mulheres em um passeio durante o dia, ao ar livre e até mesmo na noite. As vitrines também já têm apostado nele em cheio, é só dar um pulinho ao shopping e se deparar com várias opções, que vão desde sandálias, tênis, oxfords, botas e até chinelos.

Conforto e versatilidade são as palavras chaves; além de deixarem as mulheres altas como os outros saltos, a segurança e estabilidade das flatforms tem conquistado o público. A oportunidade de poder usar com várias combinações e em diversos lugares também tem agradado em cheio, afinal vai bem com shorts, calças, saias e até vestidos. E ainda deixa qualquer look com cara de moderninho.

continua após publicidade

Com shorts e saias a aposta é investir em modelos de sandálias ou oxfords, a junção é certeira. Os tênis também ficam super legais se a ideia é compor algo mais despojado e urbano. Com os vestidos as sandálias são a melhor opção. Neste caso abuse dos modelos mais incrementados e se quiser ousar ainda mais pode arriscar nas versões metalizadas que também estão e alta.

Já a bota é o par perfeito para usar com calças, principalmente se for skinny, já que proposta é não esconder o salto. As versões de cano curto são as mais queridinhas, já que nelas, o saltão vira o ponto alto do look. No entanto as calças combinam com quase todas as variações das flatforms.