Cotidiano

Proprietário do jornal ‘O Grito’ é assassinado a tiros

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Proprietário do jornal ‘O Grito’ é assassinado a tiros
Proprietário do jornal ‘O Grito’ é assassinado a tiros

O empresário do ramo de comunicação Maurício Campos Rosa, de 64 anos, dono do jornal O Grito, de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), foi executado na quarta-feira com cinco tiros no momento em que deixava a casa de uma amiga no bairro Frimisa, conforme o Estadão Conteúdo e o site da IstoÉ. O crime aconteceu na quarta-feira (17), mas nesta sexta o caso ainda repercute em Minas e no Brasil.

continua após publicidade

Em nota, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) condenou o assassinato do empresário e disse que, “embora ainda não existam informações que vinculem o crime à atividade jornalística de Maurício Campos Rosa, diante das evidências de que se tratou de uma execução, a ANJ espera que as autoridades investiguem o caso com o maior rigor”. O empresário acabou atingido por quatro tiros nas costas e um no pescoço.

De acordo com a polícia mineira, a motivação do homicídio e a autoria do crime ainda são investigadas. O Sindicato dos Jornalistas de Minas exigiu “apuração rigorosa”. O jornal é publicado em Santa Luzia há cerca de 20 anos.

continua após publicidade

Proprietário do jornal ‘O Grito’ é assassinado a tiros fonte: Reprodução