Cotidiano

Pesquisa de estudante de Londrina vai representar o Brasil em feira do Google

Da Redação ·
A londrinense Maria Vitória, de 16 anos , destaca a ciência como ferramenta de mudança social - Foto: Arquivo pessoal
A londrinense Maria Vitória, de 16 anos , destaca a ciência como ferramenta de mudança social - Foto: Arquivo pessoal

A estudante Maria Vitória Valoto, de 16 anos, de Londrina, norte do Paraná, é a única representante do Brasil e da América Latina na Feira Internacional de Ciências do Google, que será realizada no fim de setembro nos Estados Unidos (EUA).

continua após publicidade

A adolescente cursa no 2° ano do Ensino Médio e desenvolveu um sachê com uma enzima que quebra a lactose do leite comum. Isso faz com que a bebida possa ser consumida por pessoas com intolerância à lactose. 

A pesquisa da estudante londrinense é um dos 16 trabalhos selecionados no mundo. A Feira do Google é a maior competição on-line global de ciência e tecnologia aberta para estudantes de 13 a 18 anos. Esta será a sexta edição e contou com mais de mil trabalhos inscritos. 

continua após publicidade

Na última fase, o projeto de Maria Vitória concorreu com outras 100 pesquisas de todo o mundo. Entre os selecionadas para a etapa final, há desde um teste de bafômetro que pode detectar o câncer de pulmão até um filtro de carbono para diminuir significativamente o desperdício de isopor.

“Comecei a participar de um projeto de pesquisa em uma universidade para fazer algo diferente, queria conhecer algumas práticas e como funcionava um laboratório. Desenvolvi esse projeto na brincadeira, e brincando de fazer ciências já vou para a segunda participação em uma feira internacional de ciências. Isso é incrível”, afirmou a londrinense.

FEIRA NO ARIZONA
No mês de março, Maria Vitória apresentou o projeto em uma feira científica da Intel no Arizona, nos EUA. Na feira, o projeto ficou em 4° lugar na área de pesquisa.

continua após publicidade

“Mesmo sem experiência em feiras, com inglês não muito fluente, apresentei a pesquisa para o Nobel de Medicina e para especialistas do assunto. Foi uma experiência incrível. Agora, vou mais preparada, quero divulgar ainda mais o trabalho”, enfatiza a estudante.

Maria Vitória embarcará para os Estados Unidos em setembro acompanhada de um professor orientador. A viagem será paga pelo Google.

Pesquisa de estudante de Londrina vai representar o Brasil em feira do Google fonte: Reprodução

Com informações do G1/PR