Cotidiano

Família acusa UBS por negligência médica após morte de jovem, no PR

Da Redação ·
Se tratada a tempo, a apendicite não oferece risco de morte ao paciente. (Foto - Reprodução/arquivo pessoal)
Se tratada a tempo, a apendicite não oferece risco de morte ao paciente. (Foto - Reprodução/arquivo pessoal)

A família de uma jovem de 19 anos, moradora da cidade de Marialva, no Paraná (PR), que morreu após complicações devido o rompimento do apêndice, acusa a Unidade Básica de Saúde (UBS) do município de negligência médica.

continua após publicidade

O caso aconteceu no final do mês de julho, quando a moça começou a sentir fortes dores na região abdominal. Segundo a família, a jovem procurou a UBS por pelo menos 10 vezes, onde foi liberada em todas elas, com diferentes diagnósticos, porém nenhum apontou a real causa.

De acordo com o Massa News, após as dores persistirem, a jovem foi até o Hospital Universitário de Maringá, onde foi constatado o rompimento do apêndice. O diagnóstico tardio evoluiu para um quadro avançado de infecção generalizada que resultou em sua morte.

continua após publicidade

A família responsabiliza a UBS pela falha no atendimento, já que, se a causa tivesse sido identificada a tempo, a jovem não teria ido ao óbito.

Através de um comunicado, a Prefeitura Municipal de Marialva lamentou o ocorrido e afirmou que os exames realizados não apontaram nenhuma complicação.