Cotidiano

Extração ilegal de pedras resulta em autuação de donos de propriedades em Jandaia do Sul

Da Redação ·
Responsáveis pela retirada das pedras de sítios em Jandaia do Sul negaram qualquer tipo de crime - Foto: Divulgação/Polícia Ambiental
Responsáveis pela retirada das pedras de sítios em Jandaia do Sul negaram qualquer tipo de crime - Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

A Polícia Militar Ambiental confirmou nesta terça-feira (2) que autuou proprietários de duas áreas na zona rural de Jandaia do Sul (norte do Paraná) por extração ilegal de pedras.A primeira situação foi registrada em um sítio, cujo dono foi alvo de forma anônima. 

continua após publicidade

Na propriedade rural a polícia localizou pedras cortadas usadas como paralelepípedo, que foram extraídas do solo sem autorização legal de órgão competente. Em outro sítio onde era realizada extração de pedras não foi encontrada documentação exigida para a prática da atividade.

VERSÃO DOS AUTUADOS
Nos dois casos, os responsáveis pela retirada das pedras negaram qualquer tipo de crime. Eles afirmaram que vão provar exercer atividade dentro da legalidade. Sobre a documentação, os autuados pela Polícia Ambiental disseram que faltam apenas trâmites burocráticos para obtenção de liberação legal da atividade e isso, segundo eles, já está sendo providenciado.