Cotidiano

Com escultura de santa em nó de pinho, paranaense bate recorde 

Da Redação ·
Escultura em nó de pinho com 52 cm de altura traz a imagem de Nossa Senhora Aparecida / Foto: Joelma e Rafael Fotografia/RankBrasi
Escultura em nó de pinho com 52 cm de altura traz a imagem de Nossa Senhora Aparecida / Foto: Joelma e Rafael Fotografia/RankBrasi

O paranaense Celso Antonio Molinari, mais conhecido como Tico Molinari, morador na cidade de Rebouças (região sul do Paraná), entrou para o RankBrasil em 2016 pelo recorde de maior escultura sacra em nó de pinho. A obra de arte, que traz a imagem de Nossa Senhora Aparecida, tem 52 cm de altura e base com 89 cm de circunferência.

continua após publicidade

O recordista de 59 anos sempre fez ao longo de sua vida trabalhos em madeira como chaveiros, porta-chaves, placas de propriedades, além de imagens sacras e outras. “Escolhi usar este nó para talhar a santa por ser devoto e admirar a história de como a verdadeira imagem foi encontrada”, relata. 

Conforme Tico Molinari, que trabalha como motorista da APAE do município há 18 anos, a ideia surgiu ao fazer a escultura do rosto de Jesus Cristo. “Ao virar o nó notei que a parte mais fina se parecia com uma coroa. Então comecei a talhar Nossa Senhora Aparecida. Fiz várias vezes, em outros nós. Depois de um tempo resolvi reproduzir a imagem no nó gigante, o qual estava guardado”.

continua após publicidade

A escultura pesa 9,7 kg e demorou cerca de 22 dias para ficar pronta. O paranaense ressalta que a produção da obra ocorreu em um único nó de pinho, não contendo junções ou qualquer tipo de emenda. A peça foi encontrada há muitos anos na localidade de Rio Corrente dos Cabral, zona rural do município de Rebouças. 

EM FAMÍLIA 
“Este nó está na minha família há várias gerações. Era dos meus antepassados, que passaram para meu bisavô, depois para meu avô, na sequência ao meu pai e então para mim”, conta.  Após ser talhado, o nó de pinho ficou praticamente com a mesma altura, porém mais leve. “Precisei tirar partes ao fazer o rosto, braços, mãos e cabelo. Para o manto, procurei extrair o mínimo possível, preservando seu tamanho e forma”, detalha. 

Conforme Tico Molinari, o título junto ao RankBrasil é uma realização pessoal que vai ajudar a mostrar sua arte. Pelo registro do recorde ele diz se sentir feliz e motivado a continuar com suas esculturas. “Trabalhar com madeira é uma paixão”, frisa. 

continua após publicidade

O recordista paranaense agradeceu a todos os familiares e amigos que o incentivaram e também ao RankBrasil pela oportunidade de divulgar a escultura para todo o País. 

Como sugere a tradição da família, atualmente a obra está na residência do paranaense, mas o devoto da santa tem outros planos: “Se Deus me permitir, futuramente vou levá-la e doá-la para exposição no Museu Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida (SP).

Com escultura de santa em nó de pinho, paranaense bate recorde  fonte: Reprodução
continua após publicidade

O NÓ DE PINHO 
O nó de pinho é uma parte da Araucária (Pinheiro-do-Paraná), espécie arbórea predominante no sul do Brasil. Com forma cônica, trata-se de um segmento do galho embutido no tronco do pinheiro e suas dimensões variam conforme a idade da árvore. Geralmente mede cerca de 30 cm de comprimento e 20 cm de diâmetro. 

RESINA/ARAUCÁRIA
Por estar impregnado na resina natural da Araucária, possui grande resistência ao tempo, dificultando sua decomposição em relação às demais partes. Os nós são usados como lenha, principalmente em lareiras, e também reaproveitados para decoração, peças de artesanato, suporte de plantas, entre outras utilidades.

As informações são da assessoria de imprensa da RankBrasil