Cotidiano

435 pessoas foram encontradas em situação de escravidão e exploração sexual no PR

Da Redação ·
Números foram apresentados pela Secretaria da Justiça, do Trabalho e dos Direitos Humano. Foto: Reprodução/Catve
Números foram apresentados pela Secretaria da Justiça, do Trabalho e dos Direitos Humano. Foto: Reprodução/Catve

Levantamento apresentado pela Secretaria da Justiça, do Trabalho e dos Direitos Humanos do Paraná aponta que, de 2014 pra cá, 435 pessoas foram encontradas em situação de escravidão e exploração sexual no Estado. Os dados foram revelados durante reunião realizada no fim de semana no lançamento de uma campanha de alerta sobre este tipo de crime que elegeu os integrantes do comitê de enfrentamento. 

continua após publicidade

Dados apresentados na primeira reunião apontam que, no Paraná, 373 pessoas foram encontradas em situação de trabalho escravo e 62 exploradas sexualmente, além de tantos outros casos como adoção ilegal e até tráfico de órgãos.

Conforme informações do portal Catve o evento também marcou o início das atividades da terceira semana internacional de enfrentamento ao tráfico de pessoas, conhecida como coração azul.