Cotidiano

Sete focos de queimadas exigem trabalho redobrado dos Bombeiros em Curitiba

Da Redação ·
Nesta época do ano, focos de queimadas são comuns em decorrência da vegetação seca por causa de fatores meteorológicos - Foto: AEN/Imagem ilustrativa
Nesta época do ano, focos de queimadas são comuns em decorrência da vegetação seca por causa de fatores meteorológicos - Foto: AEN/Imagem ilustrativa

Sete incêndios em vegetações, popularmente chamados de queimadas, exigiram trabalho  redobrado do Corpo de Bombeiros na tarde deste sábado (23) em Curitiba e região metropolitana. Entre 13h50 e 15h30, foram registradas sete ocorrências do gênero.

continua após publicidade

Um dos focos foi debelado no município de Campina Grande do Sul, no altura do km 44 da BR-116. Outros dois casos de queimadas foram registrados em São José dos Pinhais, um deles na Borda do Campo, em terreno baldio cujo acesso é dificultado por um muro alto na parte da frente. Preocupados com possibilidade de o fogo atingir casas, moradores nas cercanias chamaram os Bombeiros.

Já na Alameda dos Bosques, em Pinhais, um incêndio em vegetação também assustou moradores das proximidades. Em Colombo, um foco de queimada foi debelado em uma área as margens da Rodovia Régis Bittencourt, próximo ao Clube Santa Mônica. Outro foco, em Curitiba, foi no Bairro Capão da Imbuia e em Fazenda Rio Grande, área residencial.

continua após publicidade

De acordo com o Corpo de Bombeiros, nesta época do ano, focos de queimadas são comuns em decorrência da vegetação seca por causa de fatores meteorológicos.