Cotidiano

Morre nos EUA, aos 75 anos, o jornalista Eliakim Araújo

Da Redação ·
Jornalista atuou por muitos anos ao lado da sua mulher, Leila Cordeiro. (Foto - Reprodução/Facebook)
Jornalista atuou por muitos anos ao lado da sua mulher, Leila Cordeiro. (Foto - Reprodução/Facebook)

Morreu aos 75 anos, em um hospital de Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, o jornalista Eliakim Araújo, em decorrência de um câncer no pâncreas, descoberto há um mês. Nesse curto período ele chegou a passar pelo tratamento de quimioterapia, mas não resistiu e veio a falecer no último domingo (17).

continua após publicidade

 Nascido em Guaxupé, Minas Gerais, o jornalista fez história na televisão brasileira, ao lado da sua esposa Leila Cordeiro, também jornalista. Os dois foram o primeiro casal a comandar uma programação juntos; o 'Jornal da Globo' em 1983.

Na emissora, Araujo comandou ainda o 'Globo Reporter' e participou de outros eventos importantes como as coberturas de desfiles do carnaval e a eleição de Tancredo Neves.

continua após publicidade

Em 1989 se mudou para a Rede Manchete,  junto com Leila Cordeiro, onde apresentaram o principal telejornal da emissora. Anos depois assumiram a frente do "Jornal do SBT" onde ficaram por quatro anos. E em 1997 passaram a viver nos Estados Unidos, onde o jornalista atuou como âncora do canal CBS.

Mesmo após o fim dos projetos nos EUA, Eliakim e Leila decidiram continuar no país, onde residiam até então.