Cotidiano

Acidente na PR-444 provoca morte de três pessoas da mesma família 

Da Redação ·
Bombeiros durante trabalho para retirar do carro vítima de acidente na PR-444: três mortos da mesma família - Foto: Reprodução
Bombeiros durante trabalho para retirar do carro vítima de acidente na PR-444: três mortos da mesma família - Foto: Reprodução

Três pessoas de uma mesma família de Cambira (norte do Paraná) morreram em consequência de acidente, por volta das 17 horas de sexta-feira (15), na PR-444 (Rodovia Hermínio Penacchi), próximo a acesso para o distrito da Caixa de São Pedro, na divisa dos municípios de Apucarana e Arapongas. As vítimas eram pai, filha e genro e o clima em Cambira é de grande comoção. Duas vítimas morreram no local do acidente e uma terceira faleceu no hospital, após ter morte cerebral confirmada no final de semana, de acordo com médicos intensivistas da UTI do Hospital Regional João de Freitas, de Arapongas. Por conta disso, vários órgãos de imprensa divulgaram que a terceira vítima havia falecido antes da confirmação oficial.

continua após publicidade

O acidente  envolveu um GM Celta, ano 2006, modelo 2007, prata, placas AOF 9321, onde estava a família de Cambira, o veículo GM Vectra Elegance, preto, ano 2006, preto, placas ABM 6561, de Maringá, e uma carreta. Testemunhas relataram à Polícia Rodoviária Estadual que o Vectra rodou na pista, bateu na carreta e atingiu o Celta, que seguia atrás do caminhão. 

No local do acidente morreram pai e filha: Sebastião Machado, 53 anos, e Ananeri Machado, 33. O marido de Ananeri, Rodolfo Wilxen, 34, faleceu no Hospital João de Freitas, em Arapongas. Os corpos das vítimas foram necropsiados no Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana. O acidente exigiu mobilização de equipes do Samu, ambulância da Viapar, a equipe do Siate do Corpo de Bombeiros, que fez a retirada das vítimas das ferragens.

continua após publicidade

TRÊS MULHERES  FERIDAS - No Vectra, três ocupantes ficaram feridas e uma delas precisou ser entubada. Ana Paula Lemos Baptista Marques, de 26 anos, Ana Paula Grigoli, 27, e Maria Carolina Grigoli, 21, continuam internadas em estado grave no Hospital Regional João de Freitas. O motorista do caminhão, de 36 anos, também envolvido no acidente, nada sofreu.