Cotidiano

Temporal afeta mais de sete mil pessoas em 19 municípios do Paraná

Da Redação ·
Em Ponta Grossa, o barracão de uma empresa desabou e deixou três trabalhadores soterrados - Foto: Reprodução/Divulgação
Em Ponta Grossa, o barracão de uma empresa desabou e deixou três trabalhadores soterrados - Foto: Reprodução/Divulgação

Aproximadamente sete mil pessoas foram afetadas pelas fortes chuvas registradas no Paraná no final da tarde de terça-feira (12), conforme boletim da Defesa Civil do Estado divulgado na internet no início da madrugada desta quarta-feira (13).Foram afetadas no total 6.950 pessoas residentes em 19 cidades paranaenses. Entre os municípios mais castigados pelas chuvas estão Bela Vista da Caroba, Lapa, Pérola do Oeste, Salto do Lontra, Imbituva, Curitiba, Santa Izabel do Oeste e Ivaiporã e São Pedro do Ivaí. 

continua após publicidade

A Defesa Civil Estadual acrescentou que mais de 1000 casas foram danificadas pela chuva e uma moradia acabou destruída. Vinte pessoas ficaram desalojadas e sete desabrigadas, além de três feridas. 

800 CASAS DANIFICADAS - O município mais afetado foi Salto do Lontra, no sudoeste do Paraná, onde mais de 3.200 pessoas acabaram, de alguma forma, afetadas pela chuva e 800 residências foram danificadas. A moradia destruída pela tempestade está situada no município de Santa Izabel do Oeste, onde sete pessoas ficaram desabrigadas.

continua após publicidade

GRANIZO EM CURITIBA - Já fontes da Defesa Civil de Curitiba divulgaram nota relatando que nove bairros foram atingidos pela chuva de granizo na terça-feira (12): Tatuquara, Portão, Santa Felicidade, Batel, Xaxim, Boqueirão, CIC, Bairro Novo e Centro. A região de Santa Felicidade registrou mais intensidade de chuvas (veja vídeo). 

Em cerca de uma hora e meia (16h30 – 18h) a estação dessa regional teve 35 milímetros de chuva, conforme a Defesa Civil. Em decorrência da forte chuva, cinco pontos de alagamento foram registrados em Curitiba - três em Santa Felicidade, um no Boqueirão e outro no Cajuru. 

Temporal afeta mais de sete mil pessoas em 19 municípios do Paraná fonte: Reprodução
continua após publicidade

DANOS EM PONTA GROSSA - A Defesa Civil de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, confirmou que o maior dano provocado pela tempestade que atingiu a cidade na tarde desta terça-feira (12) foi provocado na região do Distrito Industrial, na BR-376 (Rodovia do Café). Na localidade um poste caiu sobre a cabine de um caminhão e o motorista ficou ferido. Ele recebeu atendimento de socorristas no local e foi encaminhado para um hospital da cidade.

TRABALHADORES SOTERRADOS - Ainda em Ponta Grossa, o barracão de uma empresa desabou e deixou três trabalhadores soterrados. As equipes de socorristas conseguiram resgatar todas as vítimas. Uma delas foi levada em estado grave (com risco de morte) para o Hospital Bom Jesus. As outras duas pessoas tiveram lesões médias.

METEOROLOGIA - A quarta-feira (13) deve ser de tempo instável na maioria das regiões do Paraná. As chuvas ocorrem com mais intensidade entre as regiões oeste, sudoeste e sul do Estado, já entre o período da manhã e a tarde. 

continua após publicidade

Da Região Metropolitana de Curitiba até Litoral também há chance de chuva, mas em forma de pancadas rápidas e isoladas entre o final da tarde e o início da noite. 

NORTE DO ESTADO - Já nas regiões da metade norte do Paraná o tempo permanece estável, com temperaturas altas e umidade relativa do ar baixa no período da tarde.Esta condição de forte aquecimento continua até quinta-feira e o frio retorna, com mais intensidade, durante o fim de semana.