Cotidiano

Moradores são intoxicados com amônia após vazamento em frigorífico

Da Redação ·
Corpo de Bombeiros atendeu boa parte das pessoas em um posto-base próximo ao local (Foto - Reprodução/BandaB)
Corpo de Bombeiros atendeu boa parte das pessoas em um posto-base próximo ao local (Foto - Reprodução/BandaB)

O vazamento de amônia registrado na noite do domingo (10) em um frigorífico de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná (PR) fez com que pelo menos 36 pessoas buscassem atendimento médico.

continua após publicidade

A situação aconteceu por volta das 22h, quando um dos tanques teve a pressão aumentada, fazendo com que a válvula de segurança liberasse o excesso. O vazamento durou cerca de 15 minutos e foi o suficiente para que uma nuvem branca de amônia se criasse.

O vento arrastou a substância sentido a Planta São Marcos. Moradores da região logo sentiram os efeitos e tiveram que procurar atendimento médico. Até a manhã desta segunda-feira (11) 36 pessoas apresentaram problemas respiratórios, vômitos e náuseas. Elas foram encaminhadas a um posto-base próximo ao local e outras deram entrada nas Unidades de Saúde.

continua após publicidade

Equipes do Corpo de Bombeiros atenderam a ocorrência e vistoriaram o frigorífico. Eles confirmaram que o vazamento foi controlado e tranquilizaram os moradores de que não há mais risco.

AMÔNIA – A substância é um produto químico perigoso que em contato com o ser humano pode provocar diversos problemas até a morte. A amônia é corrosiva a pele, olhos e vias respiratórias, chegando até mesmo ao pulmão. Ao inalar, o nariz é o primeiro a sentir os sintomas; irritação, falta de ar, asfixia, tosse são alguns dos sintomas, que podem até mesmo queimar as vias aéreas.