Cotidiano

Morte de pai em ato de heroísmo após acidente gera comoção

Da Redação ·
Casal morto em acidente na BR-277: pai deu a própria vida para salvar a filha de 17 dias - Foto: Reprodução Facebook
Casal morto em acidente na BR-277: pai deu a própria vida para salvar a filha de 17 dias - Foto: Reprodução Facebook

As circunstâncias trágicas da morte de Luiz Carlos Silva, de 27 anos, provocou muita comoção de amigos e familiares nas redes sociais, conforme informação que está postada nesta terça-feira (5) no site Banda B. Ele foi a quarta das cinco vítimas fatais localizada após acidente de trânsito registrado na noite de domingo (3), na BR-277, em Morretes, no Litoral do Paraná. Antes de morrer queimado, Luiz salvou a filha de 17 dias, que foi localizada em uma mata, minutos depois da tragédia. O corpo da mãe do bebê, Caroline Grassmann, foi encontrado no início da noite de segunda-feira (4), perto do local da explosão.

continua após publicidade

Entre as postagens em perfil no Facebook, diversos ressaltavam o ato de heroísmo de Luiz Carlos: “Descanse em paz Luiz. Você foi um herói salvando tua filhinha”; “Luto! Onde estiver, saiba que estamos muito orgulhosos por você salvar sua filha. Meu grande herói, te amarei pra sempre”; “Herói, com certeza essa é a palavra que te descreve. Descanse em paz, vai fazer muita falta”.

As equipes do Corpo de Bombeiros e da concessionária Ecovia encontraram o corpo de Luiz Carlos na manhã de segunda-feira. O corpo foi achado em uma galeria de água pluvial nas margens da PR-277, no km 33, região de Morretes (Litoral do Paraná). Testemunhas relataram que o homem saiu do carro em chamas ontem e uma grande labareda tomou conta do corpo dele, já fora do veículo, e entregou a criança a um homem, já com o corpo em chamas.

continua após publicidade

Perto do local em que ele foi localizado, também na entrada da galeria, os Bombeiros encontraram o corpo da mulher de Luiz. 

MAIS VÍTIMAS Outras três pessoas que viajavam em um Logan morreram no acidente. Entre eles, estão Anderson Luiz Cunha e o filho dele Gabriel Cunha, de 13 anos. A outra vítima seria namorada de Anderson.

SEM FREIOS - Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Wilson Martinez, tudo aponta que o caminhão ficou sem freios. 

continua após publicidade

“O que pode ser apurado é que os freios do caminhão-tanque não funcionaram, ele bateu na mureta de proteção e invadiu a pista sentido Curitiba, atingindo 12 veículos. Infelizmente, alguns caminhões, com vários eixos, isolam os freios de alguns pneus e acontecem tragédias como essa. Não sabemos ainda se foi esse o caso deste acidente, mas a perícia vai poder informar”, disse o inspetor.

Conforme Martinez, testemunhas do acidente relataram que o motorista descia a serra já com sinais de que estaria com problemas nos freios. O motorista do caminhão-tanque foi detido por dolo eventual (quando se assume os riscos).