Cotidiano

Bebê encontrado em acidente na BR-277 é reconhecido por avó e tias

Da Redação ·
Acidente aconteceu no domingo e envolveu um caminhão e 12 veículos de passeio. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Acidente aconteceu no domingo e envolveu um caminhão e 12 veículos de passeio. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O bebê de 17 dias de vida, do sexo feminino, encontrado às margens da BR-277, em Morretes, no Paraná, após um caminhão-tanque tombar na pista e pegar fogo, foi reconhecida nesta segunda-feira (04/07) por familiares. A menina seria filha da quarta vítima fatal do acidente. O corpo do homem, que morreu carbonizado, foi encontrado na manhã desta segunda pelo Corpo de Bombeiros. 

continua após publicidade

De acordo com testemunhas do acidente, o pai do bebê, em chamas, conseguiu entregar a filha para uma pessoa que estava próximo ao local.

A criança foi encontrada sem ferimentos e reconhecida no Hospital Evangélico pela avó e duas tias. Os parentes contaram que reconheceram o carro ocupado pelas vítimas do acidente, um Chevrolet Celta. O pai da criança, que não teve o nome divulgado, foi reconhecido por um irmão. 

continua após publicidade

Segundo a polícia, a avó da criança, que mora em Morretes, disse que a filha, o genro e a neta tinham ido visitá-la. O paradeiro da mãe da criança ainda é desconhecido. 

MOTORISTA PRESO - O motorista do caminhão-tanque foi detido e vai responder por dolo eventual. O homem, que não teve o nome divulgado, dirigia um veículo carregado com combustível que atingiu outros 12 carros e depois pegou fogo. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma falha mecânica nos freios do caminhão pode ter causado o acidente. O caminhão seguia no sentido Paranaguá momento em que o motorista perdeu o controle da direção na descida da serra. O veículo teria perdido os freios e tombou no quilômetro 33, atingindo outros 12 veículos. As chamas chegaram a se espalhar pela via.  

continua após publicidade

As equipes encerraram as buscas por outros mortos no acidente. As outras três vítimas fatais ainda não foram oficialmente identificadas pelo Instituto Médico Legal (IML). No entanto, informações preliminares dão conta de que se tratam de Anderson Luiz Cunha e o filho dele Gabriel Cunha. A terceira vítima seria a namorada de Anderson, que não teve o nome informado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 13 pessoas ficaram feridas no acidente. Entre as vítimas, está o autônomo apucaranense Pedro Idalgo. 

INTERDIÇÃO - Segundo a PRF, as pistas da BR-277 foram liberadas por volta da 1 hora desta segunda-feira (04/07). Por volta das 7h30, o trânsito no local já fluía normalmente, mas havia um forte cheiro de queimado. O tanque do caminhão ainda está no local e deve ser retirado ainda nesta segunda.