Cotidiano

Assaltante é preso após estuprar mulher três vezes na mesma noite

Da Redação ·
Rapaz é suspeito de invadir a casa de sua vizinha e violentá-la três vezes na mesma noite. Foto: Polícia Civil
Rapaz é suspeito de invadir a casa de sua vizinha e violentá-la três vezes na mesma noite. Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um jovem de 24 anos, suspeito de estuprar uma senhora de 54 anos, três vezes na mesma noite, em Campina Grande do Sul, no Paraná. O homem estava escondido em uma chácara na divisa do Estado, próximo ao município e foi localizado no início desta semana.

continua após publicidade

De acordo com informações apuradas pela polícia, o suspeito é vizinho da vítima. Ele invadiu a casa da senhora, localizada no bairro Ribeirão Grande, com o intuito de roubar objetos da residência. Na mesma madrugada, mediante ameaças com uma faca, o homem violentou a senhora por três vezes no local.

Durante as investigações, a equipe policial localizou o suspeito em uma chácara, onde ao abordá-lo tentou fugir, mas foi pego pelos investigadores. Na residência em que ele se escondia, os policiais apreenderam crack, maconha e cocaína, além de uma quantidade de fios de linho proveniente de um roubo de carga. Na delegacia o suspeito alegou que a droga era para consumo próprio.

continua após publicidade

O delegado titular da unidade, Messias Antônio da Rosa, afirmou que após a prisão do homem, foi possível constatar que ele também é suspeito de integrar uma quadrilha que realizou, em média, cinco roubos de cargas de caminhão nos postos de combustíveis da BR-166, em Campina Grande do Sul. “Além da senhora de 54 anos, o homem também está sendo investigado por estuprar uma adolescente com deficiência mental, de 15 anos, na mesma região”, disse o delegado.

Rosa ressaltou ainda que as investigações continuam, com o intuito de apurar demais crimes em que o suspeito está envolvido e de identificar o proprietário da chácara onde ele estava escondido – onde também armazenava-se objetos provenientes de roubos.

OUTRO CASO – Após tomar conhecimento de que um homem de 35 anos estava abusando sexualmente da própria filha de cinco anos, a autoridade policial de Campina Grande do Sul solicitou um mandado de prisão por estupro de vulnerável através da Justiça do município e na manhã desta terça-feira (21/06), o suspeito foi preso após depoimento na delegacia.

continua após publicidade

A mãe da criança realizou uma denúncia e levou a menor até a unidade policial, onde relatou em detalhes os atos libidinosos cometidos pelo pai. A menina era violentada nos momentos em que ficava sozinha em casa com o pai. Diante do fato, foi instaurado um Inquérito Policial. Em seguida, a criança foi submetida a uma perícia no IML e posteriormente ouvida pelo Conselho Tutelar e psicólogos, onde confirmou o que foi relatado na delegacia.

O suspeito está preso à disposição da Justiça na unidade. Ele responderá por estupro de vulnerável.