Cotidiano

Sisu abre inscrição para 56 mil vagas a partir desta segunda

Da Redação ·
Os candidatos deverão se inscrever exclusivamente pela internet, no site do Sisu - Foto: Agência Brasil
Os candidatos deverão se inscrever exclusivamente pela internet, no site do Sisu - Foto: Agência Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As inscrições para a 2ª edição do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2016 começam nesta segunda-feira (30). O Ministério da Educação oferece 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior.

continua após publicidade

Os candidatos deverão se inscrever exclusivamente pela internet, no site do Sisu, até as 23h59 (horário de Brasília) da próxima quinta-feira (2). Cada candidato pode escolher até duas opções de curso e poderá alterá-las ao longo do processo ou até cancelar a sua inscrição. O sistema somente considerará válida a última inscrição confirmada.

Para se inscrever, o candidato precisa informar o número de inscrição e senha usados no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015. Apenas estudantes que fizeram a prova do Enem em 2015 e tiraram nota acima de zero na redação podem participar desse processo.

continua após publicidade

O MEC divulgará uma vez por dia a classificação parcial e a nota de corte de cada curso. O resultado da única chamada será divulgado na próxima segunda (6) na página do Sisu e nas instituições de ensino superior. O candidato aprovado deverá realizar sua matrícula na instituição para a qual foi selecionado na chamada regular nos dias 10, 13 e 14 de junho.

Caso não tenha sido selecionado para sua primeira opção de curso, o candidato pode aderir a uma lista de espera na página do Sisu a partir do dia 6 de junho até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 17 de junho.

O estudante somente poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente à sua primeira opção. No próprio sistema, o estudante também pode tirar dúvidas o processo.

continua após publicidade

ENEM

No dia 8 de janeiro, o Ministério da Educação divulgou os resultados do Enem 2015, que podem ser consultados no site do Inep. O sistema possibilita que o estudante use a nota do Enem para entrar em diversas universidades públicas, como a Unesp (Universidade Estadual Paulista) e a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). O único requisito é ter tirado nota acima de zero na prova de redação.

A edição deste ano do Enem teve 7,7 milhões de inscritos, mas 25% deles (1,9 milhão) não participaram dos dois dias de testes. Esse foi o menor índice de abstenção desde 2009.