Cotidiano

Homem mata ex-mulher e depois comete suicídio, no Paraná

Da Redação ·
Mulher foi morta a tiros quando estava a caminho do trabalho - Foto: Djalma Malaquias / Banda B
Mulher foi morta a tiros quando estava a caminho do trabalho - Foto: Djalma Malaquias / Banda B

Um homicídio passional seguido de suicídio foi registrado na manhã desta quinta-feira (27), em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), no Paraná. Airton Micheski, 48 anos, matou sua ex-mulher Juliana Pinheiro e depois atirou na própria cabeça. Segundo a polícia, Juliana já havia registrado um boletim de ocorrência por violência doméstica e solicitou medida protetiva contra o ex. 

continua após publicidade

A polícia apurou junto a familiares e amigos da mulher que Airton era um homem ciumento e após o fim do relacionamento ele passou ameaçar a ex dizendo que  "ela seria só dele e de mais ninguém".  De acordo com a polícia, Juliana estava a caminho do trabalho quando foi atingida por vários tiros. Em seguida Micheski se matou. Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML).