Cotidiano

Após ser atingido por fruta na cabeça, policial aposentado morre no Paraná

Da Redação ·
José Garcia dos Reis, de 68 anos, trabalhou como escrivão da Polícia Civil nas cidades de Palotina e Marechal Cândido Rondon - Foto - Arquivo da família
José Garcia dos Reis, de 68 anos, trabalhou como escrivão da Polícia Civil nas cidades de Palotina e Marechal Cândido Rondon - Foto - Arquivo da família

Uma morte de causa inusitada foi registrada em Palotina, no oeste do do Paraná, de acordo com informação confirmada nesta terça-feira (26) pela Polícia Civil. O escrivão aposentado José Garcia dos Reis, de 68 anos, morreu após em consequência de ferimento sofrido ao ser atingido na cabeça por uma manga, quando colhia frutas no imóvel da família,

continua após publicidade

José ainda chegou a ser socorrido pelo equipe do Samu e encaminhado ao Hospital Municipal de Palotina. O fato aconteceu em fevereiro deste ano e o idoso necessitou ser transferido para o Hospital Bom Jesus, em Toledo, em decorrência de um traumatismo craniano, mas morreu após dois meses de internamento.

ESCRIVÃO DE CARREIRA
José trabalhou como escrivão da Polícia Civil nas cidades de Palotina e Marechal Cândido Rondon. O corpo do aposentado foi sepultado nesta terça-feira (26), no Cemitério Municipal de Palotina.